Cuiabá, quarta-feira, 24/04/2024
18:02:24
informe o texto

Artigos / Colunas / Paulo Pianez

03/10/2023 às 13:09

Sebo produzido pelas graxarias é matéria-prima para indústrias

O Brasil é um dos maiores produtores e exportadores de proteína animal do mundo. De carne bovina, é o primeiro. Isso acarreta, para o país, muitos desafios e compromissos

O Brasil é um dos maiores produtores e exportadores de proteína animal do mundo. De carne bovina, é o primeiro. Isso acarreta, para o país, muitos desafios e compromissos, uma vez que ele garante, para consumidores do mundo todo, alimentos essenciais e de qualidade. Também faz com que o Brasil exerça um importante papel na segurança alimentar global, garantindo uma produção de carne a partir dos mais rigorosos padrões sanitários, da responsabilidade ambiental e de aperfeiçoamentos contínuos que envolvem os diferentes elos da cadeia produtiva do setor.
 
Um dos elos está no aproveitamento total das partes do boi, do frango, do porco, o que minimiza o desperdício, aumenta a eficiência na produção de alimentos e evita poluição e degradação ambiental. E são as graxarias que, a partir dos coprodutos de origem animal gerados durante o processamento de carne, transformam partes de animais em matérias-primas como sebo e colágeno, fundamentais para diversas indústrias, entre elas a farmacêutica e a de beleza e cuidados pessoais.
 
Fica em Várzea Grande, Mato Grosso, a graxaria da Marfrig, maior produtora global de hambúrgueres e uma das líderes mundiais de carne bovina. A companhia investiu, nos últimos anos, cerca de 50 milhões de reais para estruturar a graxaria e tomar todas as medidas para impedir qualquer tipo de prejuízo para a população do entorno da operação. Os recursos foram alocados especialmente em sistemas e equipamentos que são os mais modernos do mercado mundial. É o que há de mais avançado quanto a tecnologia para mitigar qualquer risco de mau odor ou outro tipo de poluição, como a sonora. Um exemplo é o sistema de exaustão que elimina qualquer odor proveniente do processo produtivo. Com a graxaria, mais de 1.200 viagens de caminhão deixam de ser feitas por mês para transportar os coprodutos de origem animal, o que reduz as emissões de CO2, o tráfego viário na região, o risco de acidentes e a deterioração das vias públicas.
 
A importância das graxarias se estende a outros setores, pois elas produzem farinha destinada a ração animal (suínos e aves) e processa sebo para a indústria alimentícia. Fundamental citar também a relevância econômica dessas operações. A graxaria da Marfrig, por exemplo, gera 60 empregos diretos e 180 indiretos, além de contribuir para a arrecadação de recursos para os cofres públicos. Já todo o complexo industrial da companhia em Várzea Grande garante 4.000 empregos diretos, o que faz da Marfrig a maior empregadora privada do município. Estima-se que os empregos indiretos sejam também de cerca de 4.000 – eles estão em setores como logística, limpeza e segurança.
 
Garantir atividades econômicas fundamentais para diversos segmentos industriais do Brasil e do mundo, com transparência junto à população e com responsabilidades social e ambiental: essa é a forma como a Marfrig se norteia em todos os seus negócios e é o nosso compromisso inegociável com nossos stakeholders.

Paulo Pianez

Paulo Pianez
Diretor de Sustentabilidade e Comunicação da Marfrig
ver artigos
 
Sitevip Internet