Cuiabá, segunda-feira, 17/06/2024
09:40:14
informe o texto

Artigos / Colunas / Laudicério Machado

01/05/2024 às 15:10

Dia do Trabalhador! Quem é o pilar que dá sustentação à Segurança Pública em MT?

Cada figura detém seu papel dentro deste cenário, algumas protagonistas outras coadjuvantes, outras meros expectadores.

Todos os dias, mais de 5 mil profissionais da carreira dos praças Militares estaduais saem de suas casas com o objetivo de proteger a sociedade. São profissionais que estão na rotina ostensiva e imprevisível e que, no entanto, vivem uma realidade financeira muito diversa da que merecem. E, pior, quando abordamos a necessidade de equiparação salarial, vemos com estranheza os ataques de quem não deveria se portar dessa forma.

Claro, se tem algo que concordamos e é unânime é a ideia de que não se cabe nenhum tipo de comparação entre as carreiras que são do mesmo “pilar” da segurança pública em MT, conforme foi dito por liderança de outra carreira em outros momentos.

Se tronco é o que dá sustentação à árvore, não há comparação melhor para falar de 5 mil profissionais que trabalham arduamente atuando na ativa e outros 5 mil que já foram para a reserva. Todos da carreira das praças Militares Estaduais.

Não há mesmo o que se comparar quando se falam em finalidade ostensiva e uma imprevisível rotina no serviço de uma instituição e finalidade administrativa e cartorária de outra.

Realmente não se compara a importância de proteger os cidadãos, até mesmo com a própria vida, em uma instituição necessária em detrimento de uma instituição acessória.

É descabido comparar uma instituição plena e prestável a uma instituição dependente e secundária.

Não podemos sequer cogitar comparar algo grandioso, tradicional e abrangente há algo resumido restrito e lacônico.

Realmente, comparar seria um absurdo, pois cada figura detém seu papel dentro do cenário, algumas protagonistas outras coadjuvantes, outras meros expectadores.

O sistema, infelizmente, nem sempre vai permitir o devido enaltecimento aos merecedores dele.

Vivemos em um cenário onde “pseudo” detentores de capacidade e apreço buscam ofuscar a todo custo os dignos de valorização e enaltecimento.

Questiono se a sociedade acha correta a desvalorização dos Policiais Militares? Se a sociedade que é nosso bem maior acha que nosso trabalho deve ser relegado a segundo plano?

Nossa busca não é por comparação, mas sim em reconhecimento e valorização acertada, dentre as instituições da Segurança Pública de MT.

Quando falamos em equiparação salarial estamos falando em merecimento deste para sua existência e permanência.

Uma progressão de carreira digna, onde sim trarão dignidade aos servidores públicos militares que são desvalorizados nesse momento nesses dois quesitos e que precisam serem vistos pelas autoridades do Executivo e do Legislativo já que esses profissionais militares não estão mais aguentando ficar no “tronco” e nesse dia do trabalhador precisam ser valorizados.

Sabemos que algumas já possuem muito além do que merecem.
 
Sitevip Internet