Cuiabá, sexta-feira, 14/08/2020
15:12:51
informe o texto

Artigos / Colunas / Niuan Ribeiro

03/07/2020 às 16:07

Não vão me calar

A atitude do prefeito de Cuiabá ao exonerar todos os servidores vinculados à Vice-Prefeitura revela que sua atenção está voltada somente para as eleições. Em meio à maior crise que a nossa capital já atravessou, que atinge as famílias de todos os trabalhadores que temem pela vida, seja por medo da Covid-19 ou por medo da fome, ele decide me atacar politicamente inviabilizando minha atuação enquanto vice-prefeito eleito desta cidade.

É vil o modo de atuação do prefeito Emanuel Pinheiro. De forma fria, demite servidores em um momento de crise, inclusive uma servidora em gozo da licença maternidade, sem ao menos consultar as atribuições e o desempenho de cada um. 

Tudo isso porque não me calei. E não vou me calar. Ao ser eleito ao lado de Emanuel Pinheiro assumi um compromisso com os cidadãos de Cuiabá para zelar e auxiliar na administração da cidade. Discordar do prefeito vai além de decisões políticas-partidárias, está relacionado com meu propósito de contribuir com uma gestão eficiente, moderna e honesta. Está relacionado com o bem-estar da população e o desenvolvimento da nossa cidade.

Se não me querem contribuindo para uma gestão mais eficiente, vão continuar escutando minhas críticas com relação à saúde, ao descaso com os profissionais que atuam na linha de frente, à falta de respeito com a população em decorrência da ausência de planejamento. Não podemos ficar à mercê das ideias de um gestor que não busca embasamento técnico e faz decretos a toque de caixa. Que toma decisões sem medir as consequências e deixa os cuiabanos sem referência, sem comando, sem liderança.

Por isso, mais uma vez, reitero meu compromisso com Cuiabá e reafirmo que não vou me esquivar do cargo para o qual fui eleito. Não é assim que ele vai me derrubar. 

Niuan Ribeiro

Niuan Ribeiro
Vice-prefeito de Cuiabá
ver artigos
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet