Cuiabá, quinta-feira, 20/02/2020
02:01:38
informe o texto

Notícias / Música

10/02/2020 às 13:28

Após infarto, artistas se unem em prol da saúde de Vini Batera

Espetáculo pretende levantar recursos para tratamento da saúde do baterista que segue internado

Mirella Duarte

Após infarto, artistas se unem em prol da saúde de Vini Batera

Vini Batera soma 52 anos de carreira e saúde não segue bem

Foto: Arquivo pessoal

Em prol da recuperação do baterista Vini Batera, músicos, comediantes e outros artistas se mobilizam nesta quarta (19), em um grande espetáculo no Cine Teatro Cuiabá. O evento foi marcado as pressas porque o baterista que ultrapassa cinquenta anos de carreira, desenvolvendo seu trabalho desde criança, passa por graves problemas de saúde, entre eles, de coração e também o túnel de carpo. 

No dia 21 de janeiro Vini sofreu um infarto, e com quadro grave, teve a situação revertida com cuidados médicos. "Senti fortes dores no peito, muito forte, e fui parar no Pronto Socorro de Varzea Grande. Lá encontrei meu anjo da guarda, Dr José Geraldo do Amaral. Meu quadro clínico era grave e ele conseguiu reverter. Salvou minha vida", diz trecho de sua publicação no facebook.

Ele ficou internado até a sexta da mesma semana no hospital de Várzea Grande, e depois seguiu para uma cirurgia de cateterismo no Hospital São Matheus, em Cuiabá. O espetáculo também será para levantar recursos para arcar com as despesas do tratamento e medicamentos do baterista.

Viva Vini Batera: O Espetáculo
Pensado entre amigos artistas do baterista, entre as atrações, seguem Pescuma, Henrique e Claudinho, André D'Lucca, Henrique Maluf, Fabrício Carvalho, grupo Kyavera Jazz, Carol Brandalise, Banda Cão Latino, Trio Brasilis e os humoristas Nico e Lau, Penélope e intervenções do grupo Cena Onze.

Os ingressos já estão sendo vendidos na bilheteria do Cine Teatro Cuiabá, a inteira por R$ 40 e a meia R$ 20. Eles contam com o apoio da Secel e Cena Onze para o grande dia.

Vini Batera em sua vida e carreira
Em sua carteira de identidade, a assinatura é de Vinicius Elson dos Santos, mas ele é conhecido por músicos brasileiros da velha guarda ou atuais colegas de profissão como "Vina" ou Vini Batera.

Autodidata, paulistano, resolveu pousar em Mato Grosso há trinta anos e não quis ir embora mais. Faz história na música desde os anos 70, viajou a América Latina e desenvolveu técnicas complexas musicais com seu estilo de tocar bateria como se houvesse uma banda imensa de percussão, como a salsa, mas não, se trata apenas de Vini e sua bateria.

Entre os grupos e artistas que aos 64 anos tem registros, foi baterista dos Originais do Samba, Reginaldo Rossi, Sérgio Reis, Milionário e José Rico, Jair Rodrigues, Nina Katrina e Gretchen. Apesar dos graves problemas de saúde, não se aposentou por não ter outra renda e ainda seguir os dificultosos trâmites para uma vida com aposentadoria.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Preencha seu email abaixo para receber atualizações diárias de nossos artigos
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet