Cuiabá, sexta-feira, 14/05/2021
19:14:08
informe o texto

Notícias / Variedades

03/05/2021 às 10:12

Coletivo Negro da UFMT promove Formação Política e Científica

Projeto que visa instituir Estatuto Municipal da Promoção da Igualdade Racial em Cuiabá é uma das pautas

Túlio Paniago

Coletivo Negro da UFMT promove Formação Política e Científica

Foto: Divulgação

O Coletivo Negro Universitário UFMT (CNU/FMT) recebe, a partir das 17h30 desta segunda-feira (03), o Prof. Dr. Carlos Alberto Caetano para falar sobre o Estatuto da Igualdade Racial (lei nº 12.288/2010) e o projeto de lei municipal em discussão que visa instituir o Estatuto Municipal da Promoção da Igualdade Racial em Cuiabá. A palestra, que poderá ser acompanhada pelo Google Meet, é o ponto central desta edição da Formação Política e Científica.

O evento, criado em 2013, se consolidou como um espaço para compartilhar conhecimentos e vivências sobre as questões das relações raciais no Brasil, visando combater o racismo e (re)conhecer as inúmeras contribuições da população negra para o patrimônio material e imaterial brasileiro.

A palestra do professor Carlos Alberto Caetano busca aprofundar questões relacionadas ao Estatuto da Igualdade Racial, além de levantar discussões sobre o que pretende instituir o Estatuto Municipal da Promoção da Igualdade Racial em Cuiabá, enfim, refletir sobre quais partes e seções são pertinentes.

“Acreditamos que a elaboração desses documentos são - e devem continuar sendo - frutos da organização política e histórica das entidades e dos movimentos sociais negros que reivindicam através dos aparatos institucionais a garantia de diretos para toda a população negra brasileira”, comenta Lupita Amorim, uma dar organizadoras do evento.

As formações são ofertadas para toda a sociedade: Pesquisadores(as); Educadores(as); estudantes; militantes de movimentos sociais e do movimento social negro; e demais órgãos com função jurisdicional (OAB, Ministério Público, Defensoria Pública etc.).

Coletivo Negro Universitário UFMT

O CNU/UFMT é um Movimento Social Negro atuante no âmbito da academia, cujo espaço político se dá por meio de processos educativos, realizando formação contínua sobre relações raciais no Brasil, levando em conta assuntos penitentes da vivência de pessoas pretas na UFMT.

Criado em junho de 2013 a partir de necessidades conjuntas relacionadas a questões raciais e a universidade, o CNU/UFMT é formado por estudantes, Técnicos Administrativos e docentes da UFMT, tendo como objetivo pautar questões pertinentes a relações raciais e Políticas de Ação Afirmativa na educação superior.

“Temos procurado e conseguido assento permanente em espaços de decisões e viabilizações de ações afirmativas na UFMT, bem como participado junto da sociedade civil de discussões que envolvem a temática e ações do estado”, pontua Lupita.

Convidado

Carlos Alberto Caetano é membro do Conselho de Políticas de Ações Afirmativas (CPAA/APRAE/UFMT); Presidente pró-tempore do Conselho Estadual de Promoção e Igualdade Racial de Mato Grosso (CEPIR-MT); Conselheiro de educação de Estado no Conselho Estado de Educação de Mato Grosso - CEE-MT ; Coordenador da Comissão Permanente de educação em Direitos Humanos do CEE-MT; Coordenador da Comissão de Educação de Ensino Superior da Câmara Educação Profissional e Superior -CEPS/CEE-MT; Membro da Comissão Permanente de Educação EJA/CEE_MT; Professor efetivo de sociologia no Sistema Estadual de Educação do Estado de Mato Grosso; Doutor em educação (Políticas Educacionais da Diversidade) pelo Programa de Pós-Graduação em Educação do IE/PPGE/UFMT.

 
Com Assessoria

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet