Cuiabá, terça-feira, 21/09/2021
06:58:28
informe o texto

Notícias / Cultura Popular

26/05/2021 às 11:39

Dona Eulália é homenageada em várias linguagens artísticas

O bolo de arroz cuiabano, um dos símbolos da cultura regional, é sua especialidade há 65 anos

Túlio Paniago

Dona Eulália é homenageada em várias linguagens artísticas

Foto: Divulgação

Eulália da Silva Soares, mais conhecida como Dona Eulália, é definitivamente uma Mestra da Cultura mato-grossense. A história desta mulher que há 65 anos difunde a tradição do bolo de arroz cuiabano será contada em um projeto que reúne música, audiovisual, literatura e artes visuais. A exposição transmidiática “Cuiabá de Eulália” será lançada oficialmente nesta quinta-feira (27), às 19h, na aconchegante residência da homenageada.

Sua história será contada por meio de uma exposição fotográfica produzida por Amaury Santos, uma música inédita composta por João Eloy, um livro digital escrito por Karina Arruda, uma pintura sobre tela produzida por Valques Pimenta e um videoclipe produzido por Carlos Kavano.

Em razão da pandemia, a inauguração do Centro Cultural e o lançamento de todos os trabalhos do projeto acontecerão em transmissão on-line, pelo perfil do instagram @Cuiabadeeulalia e pela comunidade do facebook Cuiabá-MT de antigamente. Após o evento, os frequentadores, visitantes e fãs da Dona Eulália que forem tomar o tradicional “chá com bolo” terão a oportunidade de conhecer e apreciar todo o trabalho de perto.

O projeto 'Cuiabá de Eulália - Transmídia' foi idealizado pelo fotógrafo Amaury Santos, que considera uma grande honra poder homenageá-la em vida. Ele comenta que cada mídia vai contando uma parte da história e deixando as pessoas curiosas, levando-as a acessarem as outras mídias. "O projeto proporcionará às pessoas uma experiência singular e inovadora", destaca.

Dona Eulália tem 87 anos, sendo que  65 deles dedicados a difundir a tradição do bolo de arroz cuiabano, prato típico de Mato Grosso e um dos principais símbolos da cultura regional, chancelado pela Lei n° 10.514 de 18 de janeiro de 2017.

João Eloy, o Dr. do Rasqueado, morou no bairro da lixeira na infância e adolescência e conheceu de perto Dona Eulália e seus familiares. "Eu cantei nas bodas de ouro dela. É minha amiga particular. Fiquei muito honrado quando me convidaram para fazer parte desse projeto e compor uma música inédita em homenagem à Dona Eulália. Ela é o símbolo da cuiabania e referência na gastronomia mato-grossense", comenta João Eloy.

A narrativa em várias mídias – e de forma convergente – é uma nova forma de compor narrativas, na qual o espectador só conhece a história como um todo quando tem acesso a todas as peças do quebra-cabeça de linguagens artísticas. 

O projeto foi contemplado no edital Conexão Mestres da Cultura da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), realizado com recursos da Lei Aldir Blanc.
Clique AQUI, entre no grupo de WhatsApp do Entretê e receba notícias de Cultura e programações artísticas.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet