Cuiabá, sexta-feira, 03/04/2020
22:40:04
informe o texto

Notícias / Cinema

17/03/2020 às 17:55

Loop vence quatro prêmios em festival de Manchester

Mirella Duarte

O ‘Loop’, filme gravado na Capital e dirigido pelo cuiabano Bruno Bini, co-produzido pela Globo Filmes e gravado na capital mato-grossense, recebeu os prêmios de “Melhor Atriz”, “Melhor Montagem”, “Melhor Longa-Metragem” e “Filme do Festival” do Manchester Film Festival, que aconteceu na última semana em Manchester, no Reino Unido.

O filme foi lançado no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, que aconteceu em dezembro. A obra de ficção de 98 minutos participou e, nesta oportunidade, participou da ‘Mostra Competitiva de Longas’. Bruno comemorou e anunciou o prêmio e sua repercussão na indústria fora do país. Segundo Bini, ele não esperava nenhum destes prêmios. Comercialmente, deve chegar aos cinemas no próximo semestre.

O filme

O filme conta a história de um físico, Daniel (Bruno Gagliasso), que vê sua namorada morrer e fica obcecado em voltar no tempo para salvá-la. Para isso, usa seus conhecimentos de pesquisador em busca de uma forma de transportar moléculas no tempo-espaço. O roteiro intrigante prende o expectador durante os 90 minutos de duração, e o público descobre os ‘segredos’ da trama junto ao personagem principal. Sem aprofundar nas temáticas, ‘Loop’ discute questões de relacionamento amoroso, vingança e a dicotomia entre o bem e o mal.

Mato Grosso reconhecido

Bruno é cuiabano, e já recebeu 47 prêmios por seus curtas em diversos festivais em todo o mundo. O projeto de ‘Loop’ surgiu inicialmente para um curta-metragem, e foi retomado por ele – que também é roteirista – em 2015. O primeiro edital foi selecionado em 2016 no município, mesmo ano em que a Globo Filmes entrou.

A contratação dos atores foi direta, e a escolha foi do diretor. Além de Bruno Gagliasso, participam também do núcleo principal do filme Bia Arantes (O Filme da Minha Vida), Branca Messina (Não por Acaso, 400 Contra 1) e Nikolas Antunes (Liberdade, Liberdade; Ilha de Ferro).

O contato com a Globo Filmes surgiu a partir da co-produção, que é da Valkyria Filmes, uma produtora do Rio de Janeiro. O filme passou por um processo de seleção interno da casa, com uma comissão de diretores como Cacá Diegues e Fernando Meirelles. Fernando – famoso por ter dirigido ‘Cidade de Deus’ – se interessou pela história, e entrou como supervisor artístico, pela Globo Filmes. Meirelles, inclusive, citou o mato-grossense Bruno Bini como uma grande aposta do cinema nacional em entrevista recente concedida ao site especializado ‘Omelete’.

O longa foi gravado nos meses de fevereiro e março de 2018, em Cuiabá, e retrata a capital mato-grossense nos anos 80 e 90. Além de se passar aqui, grande parte da equipe técnica também é formada por cuiabanos.  A produção é da também cuiabana Plano B Filmes.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Preencha seu email abaixo para receber atualizações diárias de nossos artigos
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet