Cuiabá, domingo, 07/06/2020
06:02:01
informe o texto

Notícias / Cinema

05/05/2020 às 08:39

Bruno Bini disponibiliza filmes nas redes sociais do Cine Teatro Cuiabá

O cineasta mato-grossense é destaque pela direção de ‘Loop’, co-produção da Globo Filmes

Maria Clara Cabral

Bruno Bini disponibiliza filmes nas redes sociais do Cine Teatro Cuiabá

Foto: Divulgação

O cineasta mato-grossense Bruno Bini, destaque pela realização de ‘Loop (2019)’, co-produção da Globo Filmes, disponibiliza online – e gratuitamente – quatro curtas-metragens que marcam sua carreira como diretor antes do longa protagonizada por Bruno Gagliasso, em exibição no circuito de festivais.

Os filmes são atração da Edição Especial da Temporada de Filmes do Cine Teatro Cuiabá, organizada em substituição à programação presencial cancelada em atenção às medidas de contenção e prevenção à COVID-19.

A partir desta terça-feira (5), o compartilhamento de novos filmes acontece no Facebook do Cine Teatro Cuiabá, sempre às terças-feiras, às 19h30, mantendo o dia da semana e horário em que tradicionalmente acontecem as sessões presenciais. A primeira atração é ‘Comprometendo atuação (2005)’.

Durante toda primeira quinzena do mês, também serão ‘Depois da queda (2011, 18’)’, ‘S2 (2015, 20’) e ‘Três tipos de medo (2016, 20’)’, todos com classificação indicativa 16 anos.

Enquanto durarem as medidas de distanciamento social, a Temporada de Filmes difunde conteúdos audiovisuais independentes, com ênfase na produção realizada em Mato Grosso, através das redes sociais do Cine Teatro Cuiabá e do Cineclube Coxiponés da UFMT. A ação também tem parceria da REC-MT (Rede Cineclubista de Mato Grosso).


Comprometendo atuação é atração desta terça-feira (5) 

Bruno Bini

Bruno Bini é diretor, roteirista e produtor. Iniciou suas atividades na área de criação em agências de publicidade. Desde 2001, passou a escrever e a dirigir para cinema. Seus filmes já receberam mais de 50 prêmios em festivais no Brasil e exterior. É presidente da MTCine, Associação Mato-grossense de Cinema e Audiovisual.

Em 2019 lançou ‘Loop’, seu primeiro longa-metragem, em co-produção com Globo Filmes, Valkyria Filmes e Druzina Content, com supervisão artística de Fernando Meirelles. O filme recebeu os prêmios de Melhor Montagem, Melhor Atriz, Melhor Filme e Filme do Festival no Manchester International Film Festival, no Reino Unido.

Atualmente, Bruno se prepara para rodar “Cinco Tipos de Medo”, seu novo longa.

Confira filmes

Comprometendo a atuação
(Bruno Bini, 2005, 18, classificação indicativa 16 anos)

Wallace (Jonathan Haagensen) é um jogador de futebol com um dilema: aos dezoito anos, tem a chance de ser convocado para um time de primeira divisão. Mas isso vai depender de muito preparo, muita concentração e nada de sexo antes do jogo. Com Michelle Valle, Elias Bueno, Eduardo Espíndola, Elizandro Bueno, Jean Pretto e Boca.

Depois da queda
(Bruno Bini, 2011, 18’ classificação indicativa 16 anos)

Mostra um publicitário (Giovanni Araújo) com uma grande chance; uma garota de programa (Bruna Menesello) relutante; um pai (Caio Mattoso) com a filha entre a vida e a morte; um cara complicado (Ricardo Kudla). Depois da queda, as suas vidas colidem.

S2
(Bruno Bini, 2015, 20’, classificação indicativa 16 anos)

Murilo (Osmar Silveira) precisa de uma idéia para um novo roteiro; Marina (Jaqueline Roversi) está sem assistência; Renato (Bernardo Dugin) tem novas experiências; e Débora (Renata Sarmento) não sabe explicar. Um filme sobre amor, sexo e internet. E ninjas.

Três tipos de medo
(Bruno Bini, 2016, 20’, classificação indicativa 16 anos)

Após a prisão de um traficante (Jonathan Haagensen), três pessoas têm que encarar seus medos em uma das cidades mais violentas do Brasil. Com Giovanni Araújo, Romeu Benedicto, Juçara Nacioli, Fernanda Rocha, Pedro Lafoz e Mazé Oliveira.


Bini compartilha memórias da realização de 'Depois da queda', na série 'Cine Comentário Sonoro', do Cineclube Coxiponés. Foto: Divulgação

Cine Comentário Sonoro

Para complementar a difusão online dos curtas de Bruno Bini, o realizador participa da série “Cine Comentário Sonoro”, onde compartilha memórias sobre o processo de realização do curta ‘Depois da queda (2011)’.

Entre os prêmios colecionados pelo filme em 2012, ‘Depois da queda’ foi eleito melhor curta e roteiro no Festival de Cinema do Recife, melhor curta no Brazilian Film Festival of Miami, melhor curta, roteiro e montagem no Festival Guarnicê do Maranhão, além de ter sido eleito melhor curta e roteiro no Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá. 

O episódio poderá ser acessado na página do Facebook do Cineclube Coxiponés, na sexta-feira (8), a partir das 19 horas. A série Cine Comentário Sonoro é uma parceria entre realizadores (as), o Cineclube Coxiponés da UFMT e a Rede Cineclubista de Mato Grosso (REC-MT).

Já estão disponíveis no canal do YouTube do Cineclube Coxiponés dez episódios: nos três primeiros Amauri Tangará e Tati Mendes comentam os curtas “Pobre é quem não tem jipe”, “Horizontem” e “Paraíso”; no quarto Perseu Azul discorre sobre “Ríos de América”; entre o quinto e o nono, realizadores comentam obras do Box de Curtas; e, no décimo, Marithê Azevedo fala sobre os bastidores de “Licor de Pequi”. 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Preencha seu email abaixo para receber atualizações diárias de nossos artigos
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet