Cuiabá, quinta-feira, 18/07/2024
13:58:27
informe o texto

Notícias / Literatura

04/08/2022 às 20:10

Editora repudia Sesc Arsenal por impedir participação de drag queen em lançamento de livro

O evento estava previsto para o fim de agosto; a artista em questão é uma das autoras da coletânea de poesias

Priscila Mendes

Editora repudia Sesc Arsenal por impedir participação de drag queen em lançamento de livro

Arte divulgada pela Umanos Editora na nota de repúdio

Foto: Reprodução

A tarde desta quinta-feira (4) foi de grande consternação entre as pessoas que combatem a LGBTfobia em Cuiabá. Isso, porque a Umanos Editora divulgou uma nota de repúdio contra o Sesc Arsenal - equipamento cultural do Sesc Mato Grosso, denunciando que a drag queen Nelly Winter teria sido impedida de participar do lançamento do livro “Versa – Bardos em Linhas”, da qual é uma das autoras.

O lançamento, que até o fim desta reportagem estava compondo a agenda oficial no site do Sesc Mato Grosso, estava previsto para ser realizado no próximo dia 31.

A obra, a segunda coletânea de produções literárias publicada com essa proposta pela cuiabana Umanos Editora, reúne poesias de 18 autores. Conforme informou ao Entretê o diretor de marketing da empresa, Néliton Góis, o evento só ocorreria se a drag queen não participasse. Isso foi informado em tratativas de alinhamento do lançamento, cuja data já havia sido remarcada. “Sabendo de outros casos de homofobia [ocorridos anteriormente] na instituição, eu os posicionei sobre essa poeta e aí eu recebi um áudio restringindo a participação dela, de que não teria a liberação do evento caso ela estivesse presente".



Segundo a nota compartilhada pela editora nesta quinta, “a justificativa dada pela equipe da referida entidade foi a de que, dentro do espaço público que possui, em Cuiabá, não pode ter apresentação ou manifestação de artistas ligados à comunidade LGBTBTQIA+, como homem que se traveste de mulher, seja em nome da arte Drag ou da literatura, com alegação de que o local se trata de um ambiente conservador, assim como o público que lá frequenta”.

Diante da exigência, a editora decidiu transferir o evento, que seria no Jardim do Sesc Arsenal, para o Goiabeiras Shopping.

A arte drag, especificamente a drag queen, é uma produção em que um ator transformista se transveste de mulher para performances artísticas. A drag Nelly Winter já se expressa há 20 anos, já se apresentou em eventos festivos e, conforme narrou em vídeo divulgado em seu perfil no Instagram, “hoje eu estou na carreira literária”. Nelly reforçou que foi censurada pelo Sesc Arsenal.

No vídeo, a drag queen se emociona e avalia a atual administração do Sesc Arsenal como preconceituosa. “Fui censurado pelo Sesc Arsenal, que era o local onde seria o lançamento, [...] por ser um homem, um ator transformista [...] e não é a primeira vez que isso acontece", assevera. “Eu, Nelly Winter, não fui aceita nas dependências do Sesc Arsenal, pelo simples fato de ser drag queen", conclui.


Nelly reivindica a necessária liberdade para promover arte. Segundo ela, o que a administração do Sesc Arsenal fez foi “censurar uma poeta, uma escritora de expressar uma arte do jeito que ela acha que tem que ser”. A personagem usa de sua arte, inclusive, para tratar de assuntos que são tabus na sociedade - e assim se posiciona no livro a ser lançado.

O Entretê solicitou posicionamento da gestão do Sesc Arsenal e, até a publicação da reportagem, não havia recebido resposta. Esta matéria foi atualizada para incluir a resposta do Sesc Mato Grosso, enviada em 5 de agosto.

A Umanos Editora

Tendo em vista a decisão de não manter o lançamento do livro no Sesc Arsenal - afinal, ou todos os autores são bem-vindos ou não há -, a Umanos Editora divulgará nova data de lançamento do livro “Versa – bardos em linhas”, que será, então, no Shopping Goiabeiras. Néliton Góis informou ao Entretê que aguarda disponibilidade de agenda do centro comercial.

“A Umanos editora não compactua com a LGBTfobia, até porque, na nossa equipe também temos LGBTs, nós temos clientes LGBTs, famílias LGBTs, então, [esse comportamento] não condiz com nossos valores”.

Um poema de Nelly Winter que compõe o livro:

“Cores”

As minhas cores trago no sangue,
desde muito cedo.
Com uma infância abafada,
pelo vermelho das separações e os azuis de uma criança inocente
sem saber o que significa todo aquele vermelho
que lhe escorria pela pele.
Com o tempo as cores foram mudando as tonalidades,
Tons de cinza se fizeram presentes em alguns dias, meses e,
talvez, anos inteiros.
Porém, a fé em dias de glória e
alegria nunca faltou.
Com cores e risos nos lábios,
superei cada desafio e obstáculos impostos pela vida,
ora por ser homem gay,
ora por ser um menino favelado
sem condições financeiras
para ter um melhor acesso ao conhecimento.
Hoje, tenho orgulho do homem que me tornei
e trago comigo um pouco de todas as cores
de pessoas que, ao longo dos anos,
me construíram com coisas boas ou não.
Mas trago comigo a experiência de um jovem aprendiz
que soube viver em um mundo onde não se pergunta:
“quem você é?!” antes de te bater.
A vida é feita de escolhas e consequências. E você?
É feliz com as suas escolhas?

Confira a nota de repúdio na íntegra:

"A Umanos Editora manifesta repúdio ao ato de cancelamento do evento no qual seria lançada a obra literária com o título “Versa - Bardos em Linhas”, escrita por 18 poetas, gênero poesia, por parte do SESC Arsenal, do sistema SESC Mato Grosso, pelo fato de uma das escritoras ser uma artista Drag Queen.

O repúdio a este ato se dá pelo fato de que a Literatura, enquanto expressão da arte, deverá sempre perpassar pela via da liberdade. A justificativa dada pela equipe da referida entidade foi a de que dentro do espaço público que possui, em Cuiabá, não pode ter apresentação ou manifestação de artistas ligados à comunidade LGBTBTQIA+, como homem que se traveste de mulher, seja em nome da arte Drag ou da literatura, com alegação de que o local se trata de um ambiente conservador, assim como o público que lá frequenta.

Entendemos esse episódio como fato que caracteriza discriminação e preconceito, em nome de meras políticas organizacionais e não pautado em valores humanos. Nossa posição é contrária a LGBTfobia, portanto dizemos NÃO a essa postura e expressão. Entendemos que, assim como na Literatura há uma diversidade de gêneros, será preciso que haja o respeito à diversidade do gênero humano.

Cuiabá, 04 de agosto de 2022.

Umanos Editora"


Confira, agora, a resposta do Sesc Mato Grosso, na íntegra:

"NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Serviço Social do Comércio (Sesc-MT) atua há 73 anos no estado contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária, por meio de ações que envolvem educação, saúde, cultura, lazer e assistência, proporcionando desenvolvimento e qualidade de vida aos trabalhadores do comércio e população em geral.

Nesta quinta-feira (04.08), a instituição foi surpreendida com graves acusações feitas pela Umanos Editora, que não condizem com a realidade, já que o referido lançamento da obra literária ‘Versa - Bardos em Linhas’ foi devidamente aprovado pela diretoria e, inclusive, consta na programação do Sesc-MT, disponibilizada no site da instituição, para ocorrer no dia 31 de agosto, no horário das 18h às 21h.

Inclusive, a Umanos Editora já promoveu diversos eventos no Sesc Arsenal, de forma gratuita, assim como outras editoras, entidades e artistas que buscam o espaço para a realização de lançamentos de livros, peças teatrais, exibição de filmes, debates, entre outros, sempre com acesso livre a todas as pessoas. Importante destacar que o Sesc Arsenal é um espaço privado, mantido pelos empresários do comércio e, além de eventos de cultura, também atende atividades de lazer, esporte e saúde.

Referente ao áudio de um colaborador, informamos que não temos conhecimento da gravação e também não fomos comunicados pela Editora Umanos da existência desse áudio. Entretanto, se um colaborador se manifestou sobre o assunto da forma como foi relatada, informamos que essa pessoa não tem autonomia para representar o Sesc-MT, pois quem aprova a realização de eventos é a diretoria e nunca houve a determinação desse posicionamento na instituição.

O Sesc-MT enfatiza que tem uma história consolidada na difusão e no enriquecimento da produção cultural do estado e repudia qualquer ato de preconceito, reafirmando o seu compromisso com a cultura e com os artistas mato-grossenses.

Cuiabá-MT, 05 de agosto de 2022"
Clique AQUIentre no grupo de WhatsApp do Entretê e receba notícias de Cultura e programações artísticas.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet