Cuiabá, quinta-feira, 13/08/2020
08:04:25
informe o texto

Notícias / Literatura

31/07/2020 às 10:47

Inclusão Literária: vaquinha arrecada fundos e Papai Noel pede novas doações

Com o idealizador Clóvis Matos em isolamento, o projeto vem se mantendo com a ajuda de muita gente e precisa continuar

Maria Clara Cabral

Grupo de risco para covid-19, o historiador Clóvis Matos, o Papai Noel Pantaneiro, está se guardando em casa durante a pandemia. Isso não significa, no entanto, que o projeto Inclusão Literária parou. Através dele, as entregas de brinquedos para comunidades rurais se tornaram contínuas há 15 anos, disseminando principalmente livros.

Só em 2020, já circularam entre crianças e adultos de comunidades carentes mais de 6 mil obras.

Para manter as ações, Clovis vem contando com a ajuda de muita gente. Afinal, os custos continuam e a solidariedade, mais que nunca, não pode cessar. Diante das atuais dificuldades do projeto, duas diferentes ações foram criadas nas últimas semanas, com o mesmo fim.

A empresária Zilda Zompero, que já soma ao projeto há alguns anos e a equipe da loja Eletro Fios (ponto de coleta) assumiram, por hora, a arrecadação dos livros, roupas e brinquedos.

Paralelamente, a amiga Luciana Marshall, criou uma vaquinha online (contribua aqui) para viabilizar a distribuição, já que uma das principais formas de levantar recursos era a participação de Clovis em eventos e feiras de livros.

Além dos voluntários e apoios institucionais, Clovis agradece a Energisa que, atualmente, é a principal patrocinadora do projeto, assumindo pelo menos 25% dos custos do projeto. A Hágil, BPW Cuiabá - Associação de Mulheres de Negócios, o Colégio Master, a Cia do Bolo, o Cena Onze de Teatro. 

Além dos pontos de livros espalhados por Cuiabá pelo novo projeto ‘Biblioteca de Rua’, as ações do Inclusão Literária vêm percorrendo todo Mato Grosso. Antes da pandemia, com Clóvis na camionete e fiel companheira Furiosa.

“Esse ano já distribuímos mais de 6 mil livros. Toda semana reabastecemos as Bibliotecas de Rua e enviamos livros para o interior. Na próxima segunda-feira (3), serão enviados para Confresa, via transportadora, algo em torno de 500 livros”, conta Clovis.  

Em 2019, o Papai Noel Pantaneiro percorreu mais de 22 mil quilômetros, levando conhecimento distribuindo, gratuitamente, cerca de 12 mil livros. No ano anterior, mais de 80 mil pessoas foram contempladas.

Assim, o Inclusão Literária já ultrapassou as fronteiras do estado, chegando a Goiás, Tocantins, Pará, Bahia, Pernambuco, entre outros.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Preencha seu email abaixo para receber atualizações diárias de nossos artigos
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet