Cuiabá, sábado, 24/10/2020
20:06:46
informe o texto

Notícias / Cinema

08/09/2020 às 09:34

Temporada online exibe curtas do realizador e fotógrafo Luzo Reis

São ficções e registros da vida e obra de artistas visuais, projetos culturais e da imigração haitiana em Mato Grosso

Maria Clara Cabral

Produtor cultural, fotógrafo e realizador audiovisual, o cuiabano Luzo Reis disponibiliza sete curtas-metragens na edição da Temporada de Filmes Online desta semana. Os compartilhamentos começam nesta terça-feira (8), às 19h30, no facebook do Cine Teatro Cuiabá e site do Cineclube Coxiponés

São ficções e registros da vida e obra de artistas visuais e de projetos culturais, como o Coral e o Cineclube da UFMT. A realidade da população haitiana, que imigra para Cuiabá e Mato Grosso desde 2012, também é tema de interesse do realizador.

Um episódio da série Cine Comentário Sonoro sobre ‘Boneca de Neuza’, com comentários de Luzo Reis e Thiago Costa, será publicado no sábado (12), às 18h, no canal do Youtube do Coxiponés.

Enquanto durarem as medidas de distanciamento social, a Temporada de Filmes Online difunde conteúdos audiovisuais independentes, com ênfase na produção realizada em Mato Grosso.

A ação organizada em substituição à programação presencial do Cine Teatro Cuiabá cancelada em atenção às medidas de contenção e prevenção à COVID-19. O compartilhamento acontece sempre no mesmo dia da semana e horário em que tradicionalmente acontecem as sessões presenciais do Cine Teatro Cuiabá.

Uma parceria entre realizador, Cine Teatro Cuiabá, Cineclube Coxiponés e Rede Cineclubista de Mato Grosso (REC-MT), a programação é também um aquecimento para a ‘MAUAL 2020 – 19ª Mostra de Audiovisual Universitário e Independente da América Latina’, da qual Luzo Reis já foi organizador.

Os curtas


Boneca de Neuza
(Luzo Reis e Thiago Costa, 2010, 11’)

Sinopse: Há anos fazendo o mesmo caminho e pertencendo aos mesmos lugares, Neuza (Antônio Leôncio) é a única coisa igual na paisagem mutante da cidade. Já não tão jovem, Neuza precisa lidar com as circunstâncias mas é orgulhosa e romântica demais para aceitar a realidade que lhe interpela todos os dias.
 
A cola
(Roteiro e direção: Priscila Wolff; assistência de direção & edição: Luzo Reis, 2012, 5’)

Sinopse: Em dia de prova na escola, dois alunos tentam distrair o professor para escapar de serem flagrados em uma pequena trapaça.  Realizado no projeto “Olhares em cena” do IFMT Campus Bela Vista. Premiado pelo júri popular e oficial na 11ª MAUAL (2012).

O Haiti é aqui
(Luzo Reis, 2014, 20’)

Sinopse: Desde 2012 o Brasil recebeu dezenas de milhares de imigrantes haitianos. Destes, 2 mil vieram para a cidade de Cuiabá-MT. O documentário traz um pouco da realidade destes haitianos na capital de Mato Grosso, revelando dificuldades enfrentadas no novo cotidiano, as expectativas que tinham em relação ao Brasil antes de sair do Haiti e como,  apesar de tudo, o Brasil continua sendo a esperança de construírem um futuro melhor para eles e para seu país de origem.


ImaginArte: Ana Ruas
(Luzo Reis, 2014, 5’)

Sinopse: O curta observa o processo de produção da obra “Percurso”, da artista plástica Ana Ruas. A artista compartilha impressões sobre esse trabalho, concebido à  época das comemorações dos 40 anos do Museu de Arte e de Cultura Popular da UFMT (MACP/UFMT).
 

ImaginArte: Benedito Nunes

(Luzo Reis, 2014, 3’)

Sinopse: O curta acompanha o processo de produção do artista visual Benedito Nunes enquanto ele compõe um de seus murais no bloco da Faculdade de Engenharia Florestal da UFMT. O artista compartilha lembranças sobre sua trajetória e impressões sobre seu processo criativo.

Museu Convida: Coral UFMT
(Luzo Reis, 2014, 5’)

Sinopse: Registro audiovisual do lançamento do Projeto Museu Convida, realizado pelo MACP/UFMT, com apresentação do Coral da UFMT, que interpreta a música “Por enquanto”, de Renato Russo.


 Coxiponés: 40 anos de cineclubismo
(Luzo Reis, 2017, 21’)

Sinopse: Personalidades que marcaram a trajetória do Cineclube Coxiponés da UFMT compartilham memórias sobre a instituição. Documentário idealizado para a Exposição “Coxiponés: 40 anos de Cineclubismo”, realizada entre 5 de julho e 16 de agosto de 2017, no Museu de Arte e de Cultura Popular da UFMT (MACP/UFMT).

Cine Comentário Sonoro
 
Para complementar a difusão online dos curtas de Luzo Reis o 31º episódio da série Cine Comentário Sonoro será publicado às 18h deste sábado (12).

Nele, Luzo Reis e Thiago Costa (co-diretor do curta) relembram bastidores de produção de ‘Boneca de Neuza’, curta que acompanha a personagem homônima (Antônio Leôncio) em suas perambulações pela cidade.

O curta foi viabilizado com incentivos da seleção de roteiros do 1º Guará (Festival de Cinema Ambiental de 2007) e do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura de 2008. Na série, os (as) realizadores (as) relembram histórias associadas à produção de seus filmes, através de uma faixa de comentário sonoro integrada aos curtas.

A série é uma parceria entre realizador@s, o Cineclube Coxiponés da UFMT e a Rede Cineclubista de Mato Grosso (REC-MT). Todos os episódios estão disponíveis no canal do YouTube do Cineclube Coxiponés. 


Luzo Reis

Formado em Comunicação Social - Rádio e TV pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Luzo Reis iniciou sua carreira no audiovisual depois de participar de uma oficina de roteiro oferecida em 2007 no Festival Guará de Cinema Ambiental. Exibiu curtas em diferentes edições da MAUAL e desde 2014 é produtor cultural da Coordenação de Cultura da PROCEV/UFMT.

Na UFMT, atuou, entre outras atividades, como documentarista de ações relacionadas à arte e cultura na universidade, com destaque para a série de entrevistas com artistas plásticos para o projeto ‘ImaginArte’ e para o documentário desenvolvido à época da exposição realizada no MACP em comemoração aos 40 anos do Cineclube Coxiponés.

Luzo Reis foi supervisor do Cineclube Coxiponés em 2017, onde coordenou a Mostra Latitude de Filmes Mato-grossenses e a 16ª MAUAL. Recentemente (2020) lançou no canal CineBrasil TV o telefilme documental ‘Vila Haiti – Papouch’.

Desde 2013 passou também a explorar a linguagem fotográfica realizando diversos trabalhos, com destaque para a exposição ‘Santos da Baixada (2019/2020)’, idealizada em parceria com o fotógrafo Antônio Siqueira.

LEIA TAMBÉM: 
Santos da Baixada: exposição fotográfica tem visitação online e gratuita


Esse e outros trabalhos fotográficos de Luzo estão no portfólio online www.luzoreisfotografia.com.

 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Preencha seu email abaixo para receber atualizações diárias de nossos artigos
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet