Cuiabá, sábado, 19/06/2021
20:04:23
informe o texto

Notícias / Judiciário

07/06/2021 às 20:01

Casal é condenado à prisão por vender maconha e cocaína dentro de bombons

A dupla atuava no município de Sorriso e foi presa em agosto do ano passado

Eduarda Fernandes

Casal é condenado à prisão por vender maconha e cocaína dentro de bombons

Foto: Prova anexada à Ação Penal

O casal Luiz Renato Gomes Filho e Tecla Karoline Pukaleski foi condenado à prisão por comercializarem entorpecentes dentro de bombons, crime acobertado por uma doceria de fachada. A dupla atuava no município de Sorriso e foi presa em agosto do ano passado, após investigação da Polícia Civil.

A decisão foi proferida no último dia 2, pela juíza Emanuelle Chiaradia Navarro Mano, da 1ª Vara Criminal de Sorriso. De acordo com o Ministério Público de Mato Grosso (MPMT), Luiz e Tecla faziam da residência onde moravam uma verdadeira “boca de fumo”, utilizando-se de uma fachada de doceria (Feito Com Amor Gourmeteria), para o fim de praticar o crime de tráfico ilícito de drogas.

Leia também - TJ diz que delação prevê ressarcimento e desbloqueia bens de ex-secretário

Eles foram presos em flagrante em 31 de agosto de 2020 e a denúncia do órgão ministerial foi recebida 24 de novembro. “Ademais, consta dos autos a apreensão de vários doces, sendo apurado, na maior parte deles, a existência dos princípios ativos da maconha/cocaína em sua composição, além de ter sido localizado resquícios de entorpecentes nas balanças e na calculadora apreendidas na residência”, diz trecho da decisão.

Luiz foi condenado a 13 anos, 9 meses e 15 dias de reclusão em regime fechado. Tecla foi sentenciada a 14 anos, 7 meses e 15 dias de prisão, também em regime fechado.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet