Cuiabá, quarta-feira, 23/06/2021
00:34:00
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

10/06/2021 às 14:25

Preço dos medicamentos no Brasil sobe 1,73% em maio

Os grupos com as maiores altas incluem medicamentos utilizados em casos graves de Covid-19, aponta IPM-H

Metrópoles

Preço dos medicamentos no Brasil sobe 1,73% em maio

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Os preços dos medicamentos vendidos aos hospitais no Brasil sofreram alta de 1,73% em maio, de acordo com o Índice de Preços de Medicamentos para Hospitais (IPM-H), indicador inédito criado pela Fipe em parceria com a Bionexo, especialista em soluções digitais para gestão em saúde.

Os grupos com as maiores altas incluem medicamentos utilizados em casos graves de Covid-19.

Entram aí remédios como norepinefrina (terapia cardíaca e suporte vital), fentalina (analgésico), propofol (anestésico), midazolam (hipnótico/sedativo/tranquilizante), omeprazol e pantoprazol (antiácidos utilizados no tratamento de dispepsia/úlcera gástrica e outros distúrbios gastrointestinais).

Em 2021, o IPM-H acumula uma alta de 15,62%. Já nos últimos 12 meses encerrados em maio, a elevação registrada no índice é de 18,50%.

Em contraste, os grupos com as menores variações incluíram: anti-infecciosos gerais para uso sistêmico (+1,14%), órgãos sensitivos (+7,48%), aparelho respiratório (+7,71%), agentes antineoplásicos/quimioterápicos (+9,55%), imunoterápicos, vacinas e antialérgicos (+10,23%) e medicamentos atuantes no aparelho geniturinário e hormônios sexuais (+10,59%).

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet