Cuiabá, sábado, 19/06/2021
21:00:11
informe o texto

Notícias / Política

10/06/2021 às 20:28

PL autoriza Executivo a construir Hospital Público Veterinário em Cuiabá

O PL de autoria do vereador Sargento Vidal visa garantir atendimento gratuito a animais domésticos de pessoas carentes.

Leiagora

PL autoriza Executivo a construir Hospital Público Veterinário em Cuiabá

Foto: Câmara Municipal de Cuiabá

O vereador Sargento Vidal (Pros), apresentou durante a sessão ordinária desta quinta-feira (10), na Câmara de Cuiabá, um Projeto de Lei que autoriza a construção do Hospital Público Veterinário na capital. Na unidade, será instituído o serviço de posto de atendimento veterinário gratuito, objetivando garantir o atendimento aos animais.

Vidal é defensor da causa animal, e solicita a imediata construção do hospital para atender animais domésticos, principalmente, de pessoas de baixa renda, ONGs e protetores independentes, devidamente cadastrados.

"No início do meu mandato, conversei com o prefeito a respeito da causa animal, que é uma bandeira que defendo há mais de 30 anos. Falamos sobre o Hospital Público Veterinário, no qual venho batalhando há mais de 10 anos, destacando para o Executivo a necessidade e a falta que faz esse Hospital para a nossa população. O prefeito, na época, me pediu um prazo de 90 dias para colocar as coisas no lugar e assim podermos conversar direito. Então hoje, passado o prazo de 90 dias, estou apresentando o Projeto de Lei para a criação, construção e implementação do Hospital Público Veterinário", disse ele durante a sessão.

De acordo com o parlamentar, o atendimento será gratuito e irá oferecer todos os equipamentos e procedimentos necessários para o tratamento do animal, incluindo vacinas, remédios, castração permanente, cirurgia e tratamento pós-cirúrgico.

O PL define, para fins de tratamento de serviços hospitalar e ambulatorial, o sistema de castração de cães e gatos como controle de natalidade e sanitário, a fim de resguardar a saúde pública da cidade. No entanto, o vereador ressaltou que fica vedado a eutanásia ou extermínio dos animais, como forma de controle de natalidade ou sanitário, bem como qualquer tipo de procedimento que enseje maus-tratos disciplinado pela Lei Federal n. 14.064/2020.

"A proposição em tela consiste na realização de um sonho compartilhado por todos os protetores de animais, por aqueles que defendem a causa, vestem a camisa, suam e sacrificam o sustento de suas famílias. Vale salientar que a saúde e bem-estar dos animais interfere diretamente na saúde pública da população, haja vista que algumas doenças caninas e felinas são transmissíveis ao ser humano", diz trecho do documento.

O parlamentar ainda destacou que não se pode jogar para escanteio algo de tamanha relevância à saúde pública de Cuiabá, principalmente, por afetar as famílias que cuidam e tornam como membro seus pets, mas que infelizmente não possuem condições de prover um tratamento adequado quando adoecidos, acarretando muitas vezes no abandono.

 
Da Câmara Municipal de Cuiabá

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet