Cuiabá, domingo, 01/08/2021
09:44:02
informe o texto

Notícias / Polícia

16/06/2021 às 09:15

Adolescente envolvido em latrocínio de idoso é apreendido pela Polícia Civil

Crime ocorreu no mês de fevereiro e vitimou um idoso de 81 anos

Leiagora

Adolescente envolvido em latrocínio de idoso é apreendido pela Polícia Civil

Foto: Polícia Civil

Um adolescente de 16 aos foi aprendido nessa terça-feira (15), pela Polícia Civil em Comodoro, após expedição do mandado judicial determinando a busca e apreensão em um processo por ato infracional análogo a latrocínio.  O crime ocorreu na cidade de Campos de Júlio, no mês de fevereiro deste ano.

À época, a morte de Pedro Simão da Costa, de 81 anos, causou comoção pela forma como foi cometida. Após realizarem o roubo e executarem a vítima, os envolvidos ainda tentaram atear fogo ao corpo da vítima. O adolescente apreendido é um dos principais suspeitos de ter participado de uma tentativa de homicídio ocorrida na noite de quinta para sexta-feira da semana passada, em Comodoro.

O menor foi localizado pela equipe de investigação da Delegacia de Comodoro na residência da namorada, no Loteamento Cidade Verde. Ele foi encaminhado para a delegacia, apresentado à autoridade policial e encontra-se à disposição da Justiça para as providências que o caso requer.

Latrocínio em Campos de Júlio

Pedro Simão da Costa foi morto no dia 21 de fevereiro, após chegar ao sítio onde trabalhava como caseiro e ser surpreendido por dois suspeitos. Um deles efetuou um disparo de arma de fogo no rosto da vítima e o outro deu um golpe no tórax.

O idoso ainda correu para fora da casa na tentativa de escapar dos criminosos, mas acabou caindo em frente à residência, após perder muito sangue. Os criminosos  arrastaram seu corpo para dentro da casa e tentaram atear fogo com o intuito de ocultar o cadáver, destruir as provas e evidências no local para atrapalhar as investigações.

Uma denúncia anônima chegou à Delegacia de Campos de Júlio informando que pessoas foram vistas saindo correndo do sítio onde ocorreu o crime, por volta das 16h do domingo.

A equipe de investigadores identificou os suspeitos, após análise dos perfis e características, e seguiu até a casa deles. Ao indagar sobre onde estavam no momento do crime, os investigadores notaram que um dos rapazes apresentava um corte na mão e entrou em contradição ao explicar onde teria sofrido a lesão. Em seguida, um deles confessou o crime e mostrou onde havia escondido as roupas que utilizou, que estavam no forro da residência e com marcas de sangue.

Investigação 

Com as diligências realizadas pelos investigadores, depoimento dos envolvidos, bem como técnicas de investigação, a equipe da Delegacia de Campos de Júlio conseguiu chegar aos autores dos crimes, dois adolescentes e dois adultos.

De acordo com a apuração, os suspeitos relataram que a mulher e a adolescente ficaram de campana na frente da propriedade para avisar caso a vítima ou alguém estivesse vindo e eles não pudessem ser surpreendidos, pois a intenção era realizar um furto. Dois dos envolvidos, conforme a investigação, fazem parte de uma facção criminosa.

Os autores dos crimes foram autuados em flagrante por roubo seguido de morte (pena de reclusão de 20 a 30 anos), destruição e ocultação de cadáver, incêndio e corrupção de menores. Os adolescentes respondem pelos crimes análogos a latrocínio, destruição e ocultação de cadáver e incêndio.

 
Assessoria PJC

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet