Cuiabá, domingo, 25/07/2021
22:05:31
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

17/07/2021 às 17:16

Ferrovia Senador Vuolo vai chegar a Cuiabá e a Lucas do Rio Verde

Acordo garantiu, ainda, um terminal ferroviário na capital; contrapartida para a concessionária é a ampliação do prazo de concessão da Malha Paulista

Priscila Mendes

Ferrovia Senador Vuolo vai chegar a Cuiabá e a Lucas do Rio Verde

Foto: Beth Santos/Agência Brasil

Foi oficializada esta semana, pela empresa concessionária da Ferrovia Senador Vicente Vuolo, conhecida como Ferronorte, a extensão dos trilhos de Rondonópolis a Cuiabá e a Lucas do Rio Verde. A informação é do secretário Municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento de Cuiabá, Francisco Vuolo, que se reuniu com a Rumo Logística, concessionária também da ferrovia Malha Paulista.
 
Segundo Vuolo, filho do senador homenageado com o nome da ferrovia mato-grossense, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, deve assinar, esta semana, a licença de ocupação do solo para o traçado da ferrovia no município. “A expectativa é muito positiva, tanto é que já inserimos nos estudos do Plano Diretor da cidade a prospecção do impacto positivo que o terminal ferroviário vai implementar aqui no município de Cuiabá”, comenta, registrando, ainda, que serão beneficiados os 12 municípios do Vale do Rio Cuiabá.
 
A ampliação da malha ferroviária rumo ao Norte de Mato Grosso e a criação de um terminal ferroviário em Cuiabá são uma contrapartida solicitada à empresa concessionária Rumo Logística, que pediu ampliação do prazo de concessão da Malha Paulista por mais 35 anos.

A Ferrovia Senador Vuolo é a continuação da Malha Paulista, entrando por Mato Grosso do Sul e encerrando em Rondonópolis. Com o novo prazo para a Malha Paulista (45 anos), a concessão se aproxima ao prazo da ferrovia mato-grossense, que é de 90 anos e se encerra em 2079.
 
A previsão é de um investimento de R$ 6 a 7 bilhões de recursos da iniciativa privada e a ampliação do prazo de concessão é para garantir retorno financeiro ao Grupo Cosan, do qual compõem a Rumo Logística e a Brado Logística, outra empresa com quem o secretário de Desenvolvimento se reuniu, com foco em incluir o transporte, não só de grãos, como também de containers com produtos prontos para consumo, especialidade da Brado.
 
“Como Cuiabá é o maior mercado consumidor, como a Baixada Cuiabana representa um mercado forte, em termos de consumo, esse elemento é importante para consolidar a viabilidade financeira da extensão dos trilhos até a capital”, explica secretário Vuolo.
 
A participação do Executivo de Cuiabá está, especialmente, no apoio da prorrogação do prazo da concessão do trecho de São Paulo junto ao Ministério da Infraestrutura e na viabilização das autorizações necessárias.
 
Muito animado, especialmente por acreditar que um sonho do pai esteja sendo realizado, Francisco Vuolo vê o novo terminal como transformador de Cuiabá em um “centro de convergência que irá potencializar a captação de indústrias, geração de emprego e fomento da economia”.
 
A ampliação da malha, segundo o secretário, “é uma extensão sonhada há muitos anos, um anseio do povo cuiabano e uma necessidade”.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet