Cuiabá, domingo, 26/05/2019
01:49:02
informe o texto

Notícias / Ciência, Saúde e Tecnologia

11/03/2019 às 09:27

Dicas im­por­tantes para fazer ab­do­mi­nais efi­ci­entes

Maisa Martinelli

Dicas im­por­tantes para fazer ab­do­mi­nais efi­ci­entes

abdominal

Foto: boaforma.com.br

Exer­cício ab­do­minal não é das coisas mais di­fí­ceis, mas exige al­guns cui­dados. Exe­cutar da forma er­rada, além de não ajudar na to­ni­fi­cação do abdômen, pode pro­vocar le­sões.

Basta en­trar em uma aca­demia para cons­tatar di­versas pes­soas exe­cu­tando a ta­refa com inú­meras va­ri­a­ções. Mesmo assim, os re­sul­tados muitas vezes não são os de­se­jados. Por que isso acon­tece? Talvez o pro­blema es­teja na téc­nica uti­li­zada.

Pos­tura

A pri­meira dica é manter as costas retas. In­de­pen­den­te­mente de qual va­riável ab­do­minal você exe­cuta, as costas – e es­pe­ci­al­mente a zona lombar – devem estar ali­nhadas. É um erro muito comum ar­quear a co­luna. Desta forma, es­tamos “trans­fe­rindo” o es­forço para essa área e não para o lugar que es­tamos ten­tando exer­citar.

Também não adi­anta nada correr na exe­cução dos ab­do­mi­nais, se eles não forem feitos ade­qua­da­mente. É sempre me­lhor quando o mo­vi­mento é lento e bem con­tro­lado – quando ele é rá­pido e não guiado, leva apenas a dor e le­sões.

Sinal de alerta

Dor no pes­coço du­rante a exe­cução sig­ni­fica que o exer­cício não está sendo feito cor­re­ta­mente. Uma dica é apoiar o queixo no peito ou deixa-lo o mais pró­ximo pos­sível. E não se es­queça de co­locar as mãos atrás do pes­coço e de se­gurá-lo bem. Além disso, deixe os co­to­velos sempre vol­tados para fora e os braços bem abertos.

Res­pi­ração

Prestar atenção à forma de res­pirar também é im­por­tante. Para fazer ab­do­minal cor­re­ta­mente, a téc­nica é a se­guinte: ins­pirar antes de con­trair o abdômen e ex­pirar ao con­trair. Ou seja: irá pegar o ar quando as costas es­ti­verem des­can­sando e soltá-lo quando ter­minar a su­bida.

Se você sempre faz os mesmos exer­cí­cios, os mús­culos se acos­tumam e não mudam. No caso dos ab­do­mi­nais, a boa no­tícia é que existem de­zenas de op­ções. Ou seja, dá para fazer com as pernas fle­xi­o­nadas, es­ti­cadas ou le­van­tadas, com o tronco reto ou para os lados, com uma bola ou um elás­tico.

Por fim, é bom não se es­quecer do alon­ga­mento após a sessão de ab­do­mi­nais. Ele per­mi­tirá que você re­cu­pere me­lhor a área exer­ci­tada e re­laxe um pouco.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet