Cuiabá, sábado, 23/03/2019
08:36:39
informe o texto

Notícias / Política

13/03/2019 às 12:11

​‘Novo PSM está funcionando só meio período por falta de médicos’, disse Abílio

O secretário disse que a denúncia do vereador é totalmente infundada, pois a unidade funciona das 7h30 até as 18h todo os dias

Luana Valentim, Direto da Redação

O vereador por Cuiabá, Abílio Brunini (PSC), postou em seu stories no Instagram nessa terça-feira (12), imagens e vídeos denunciando que o Hospital Municipal de Cuiabá – onde funciona o novo Pronto Socorro – está sem atendimentos.
 
Ao Portal Leiagora, Abílio relatou nesta quarta-feira (13), que os médicos que atuam na unidade foram deslocados da Policlínica do Verdão e que estão fazendo atendimentos em apenas meio período.
 
“Fui lá no período da tarde e não estava funcionando. Estava aberto, mas sem paciente e sem médico. Falaram que estava sem médico. Se a pessoa for lá não será atendida”, disse.
 
O vereador explicou que para que os pacientes possam ser atendidos, precisam passar pela fila de regulação do Sistema Único de Saúde que tem mais de 3 mil pessoas aguardando serem chamados para fazerem consultas e exames.
 
“Lá que deveria estar fazendo as consultas e os exames não estão, porque não tem médico. E os que estão lá é da Policlínica do Verdão ainda, ou seja, está faltando médicos lá também porque foram para o Pronto Socorro e funcionam somente meio período”, afirmou.
 
Abílio ainda informou que nesta terça, os médicos fizeram apenas nove atendimentos.
 
Ele destacou que esteve junto ao secretário-adjunto municipal de Saúde, Luiz Gustavo Raboni Palma, no hospital falando sobre o assunto e fazendo essas reclamações, sugerindo como ele poderia fazer para chamar mais médicos.
 
Conforme o parlamentar, o secretário pretende atender alguns dos pedidos trazendo os profissionais da saúde do Centro de Especialidade Médica, além de realizar um concurso público nos próximos 70 dias.
 
Em um vídeo postado na sua página no Facebook, Abílio disse que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) está enganando o Judiciário e o Ministério Público, pois, segundo ele, a unidade se tornou um ‘elefante branco’ na cidade.
 
No entanto, o secretário disse ao Leiagora que está denúncia do vereador é totalmente infundada, pois a unidade funciona das 7h30 até as 18h todos os dias e atende em média de 50 a 100 pacientes.
 
“Ontem foi num caso excepcional, os médicos estavam em outras unidades cumprindo agenda. Estamos trazendo alguns profissionais da rede, cerca de 40 médicos que estavam cedidos para o Estado. Porque o que ele coloca lá, como se nós não tivéssemos ampliando a rede, mas dividindo, retirando gente do Verdão e trazendo para cá, o que não é uma verdade”, informou.
 
O secretário também explicou que a Policlínica do Verdão será desativada momentaneamente e passará para a UPA que não comporta ambulatório. A estrutura da unidade será reformada e transformada em PAI- Pronto Atendimento Integrado. Diante disso, ele analisa que de qualquer maneira, os profissionais teriam que ser relocados.
 
“Ele faz uma medida totalmente imoral na mídia. Eu expliquei a situação, mas ele colocou outra coisa na mídia. Ele não fala o que é verídico. Pega uma exceção e coloca como regra”, disparou.
 
Conforme o secretário, entre os dias 25 de fevereiro e 13 de março, a unidade realizou 550 atendimentos.
 
 

Vídeo Relacionado

https://www.youtube.com/watch?v=qUko9S3hc7A&feature=youtu.be

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Preencha seu email abaixo para receber atualizações diárias de nossos artigos
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet