Cuiabá, terça-feira, 18/06/2024
02:13:47
informe o texto

Notícias / Geral

11/05/2024 às 09:38

ATÉ QUANDO

Veto a despacho gratuito de bagagem completa 2 anos sem ser votado

Pela 13ª vez, veto ao despacho gratuito de bagagens entra na pauta da sessão do Congresso, mas acaba não sendo votado pelos parlamentares

Leiagora

Veto a despacho gratuito de bagagem completa 2 anos sem ser votado

Foto: Reprodução/Redes Sociais GRU Airport

Assinado em 2022 pelo então presidente Jair Bolsonaro, o veto ao despacho gratuito de bagagens em viagens aéreas nacionais e internacionais partindo do Brasil vai completar dois anos sem ser votado pelo Congresso Nacional.

Nesta quinta-feira (9), o Congresso retirou mais uma vez o veto da pauta diante da falta de consenso entre sobre a derrubada ou manutenção do trecho da lei que impediria a cobrança do despacho de bagagens.

Foi pelo menos a 13ª vez que o veto foi incluído na pauta da sessão do Congresso e não foi votado. Na maioria das vezes, a sessão acabou cancelada por falta de acordo. Em três ocasiões, o veto foi simplesmente retirado de pauta. Enquanto isso, as companhias aéreas seguem cobrando o despacho de malas de passageiros que embarcam no Brasil, permitindo apenas uma mochila e uma mala de bordo de até 10 kg.

O projeto que tratava sobre o assunto foi aprovado pelo Congresso em maio de 2022. Em junho, Bolsonaro vetou trecho da proposta que previa gratuidade de bagagens despachadas nos voos que decolam do Brasil

Caso o veto seja derrubado, as companhias aéreas ficarão proibidas de cobrar por até uma bagagem com peso inferior a 23 kg em voos nacionais e com peso inferior a 30 kg em voos internacionais partindo do Brasil.

 
Metrópoles
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet