Cuiabá, sábado, 25/05/2024
03:29:04
informe o texto

Notícias / Polícia

15/05/2024 às 08:18

CRIME CRUEL

Mandíbula de jovem de 18 anos morto em MT é encontrada em brejo; dois são presos

Um dos suspeitos revelou onde foi ocultado o corpo e os policiais localizaram apenas uma parte do corpo da vítima

Eloany Nascimento

Mandíbula de jovem de 18 anos morto em MT é encontrada em brejo; dois são presos

Foto: reprodução/PMMT

Dois jovens de 19 e 21 anos, identificados iniciais G.H.A, e C.H.F.L., foram presos nesta terça-feira (15), em Rosário Oeste (a 103 km de Cuiabá), por envolvimento no homicídio, sequestro e ocultação de cadáver de Altair Almeida Pereira, de 18 anos. Um dos suspeitos revelou onde foi ocultado o corpo e os policiais localizaram apenas a mandíbula da vítima.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais realizaram diligências no município em desfavor de G.H.A.B, de 19 anos, por posse irregular de arma de fogo.

No entanto, o rapaz foi apontado por investigadores da Polícia Civil de Nobres como suspeito de participação no homicídio de um jovem ocorrido no dia 2 de fevereiro deste ano. O rapaz foi sequestrado em frente a casa da tia, no Bairro Jardim Petrópolis, na cidade turística.

Questionado, ele relatou que o corpo estaria enterrado em uma região de brejo em frente à sua residência, localizada no bairro São Benedito.

Disse, ainda, que um outro indivíduo, C.H.F.L,  também teria participação no crime, sendo localizado e também encaminhado à região de brejo indicada.

As equipes realizaram buscas utilizando enxadas e picareta, até que localizaram uma mandíbula humana, sendo então recolhida e lacrada.

Diante disso, ambos foram detidos e conduzidos à Delegacia de Polícia Civil juntamente com a parte do corpo.

O sequestro 

Altair Almeida Pereira, 18 anos, foi visto pela última vez no dia 2 de fevereiro, quando foi sequestrado em frente a casa da tia, no Bairro Jardim Petrópolis, em Nobres (a 151 km de Cuiabá). O rapaz trabalhava em uma oficina mecânica e, no dia do sequestro, relatou a um familiar que estava sendo perseguido.

No boletim de ocorrência, consta que a mãe relatou à Polícia Militar que o filho havia acabado de chegar em frente à casa, quando um carro de cor prata parou, e um dos ocupantes, com uma arma, desceu e obrigou Altair a entrar no veículo.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet