Cuiabá, sábado, 25/05/2024
03:54:10
informe o texto

Notícias / Política

15/05/2024 às 10:00

SESSÃO TRANQUILA

Sem projetos polêmicos em pauta, deputados se reúnem em duas sessões nesta quarta (15)

O que mais chama atenção são duas propostas que visam alterar o quadro de pessoal do Ministério Público do Estado de Mato Grosso

Paulo Henrique Fanaia

Sem projetos polêmicos em pauta, deputados se reúnem em duas sessões nesta quarta (15)

Foto: Reprodução

Em uma quarta-feira (15) com temperaturas amenas, os deputados estaduais se reúnem na Assembleia Legislativa de Mato Grosso para duas sessões ordinárias que devem ser bem tranquilas e sem muitos projetos polêmicos em pauta. O que mais chama atenção são duas propostas que visam alterar o quadro de pessoal do Ministério Público do Estado de Mato Grosso, que tem dispensa de pauta.
 
A primeira proposta a ser analisada será a mensagem do Executivo Estadual que quer aumentar de 22 para 24 o número de promotores de Justiça substitutos no âmbito do Ministério Público do Estado. Um outro projeto de lei cria 38 cargos de assistente ministerial no quadro de pessoal da Procuradoria Geral de Justiça. Ambos os projetos estão com dispensa de pauta, o que acelera o andamento das propostas na Casa de Leis, portanto, elas devem votadas em primeira e segunda votação nas duas sessões de hoje.
 
Ainda na sessão matutina está, em primeira votação, o Projeto de Lei nº 35/2023, do deputado Eduardo Botelho (União) que dispõe sobre a prioridade de atendimento psicológico na rede estadual de saúde, aos profissionais da educação vítimas de agressões ou ameaças no exercício do trabalho.
 
Entra em segunda votação a proposta do deputado Wilson Santos (PSD) que determina que empresas que, nos últimos cinco anos não entregaram obras públicas para o estado de Mato Grosso, sejam proibidas de participar de novos processos licitatórios.
 
Também entra em pauta em primeira votação o projeto de lei que visa proibir a nomeação para cargos públicos de pessoas que tenham sido condenadas pela Lei Antirracismo e por injúria racial.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet