Cuiabá, terça-feira, 18/06/2024
06:05:01
informe o texto

Notícias / Política

28/05/2024 às 09:49

PLANO DE GOVERNO

Lúdio ouve demandas e debate soluções para o Centro Histórico de Cuiabá em audiência pública

Encontro na Praça Alencastro vai guiar elaboração de políticas públicas para as pessoas, a economia e o patrimônio da região central de Cuiabá

Leaigora

Lúdio ouve demandas e debate soluções para o Centro Histórico de Cuiabá em audiência pública

Foto: Assessoria

Em audiência pública, realizada na sexta-feira (24), o deputado estadual Lúdio Cabral (PT) ouviu demandas e debateu soluções com pessoas que vivem, trabalham e atuam no Centro Histórico de Cuiabá. São necessidades que envolvem desde a população de rua até os empresários e organizações atuantes na região central, que precisa ser ocupada no cotidiano.

"Eu vou juntando as peças, somando aquilo que escutamos aqui, e o que está muito claro é que o Centro precisa ser ocupado por todas as pessoas. São as pessoas circulando e trabalhando que vão permitir um caminho de resgate e de recuperação desse patrimônio tão importante. E em todas as áreas: no comércio, nos serviços, no turismo, na cultura, nas artes, na gastronomia, na saúde, na assistência social, e nas demais", disse o deputado.

Proposta por Lúdio, a audiência foi realizada na Praça Alencastro, no Centro da capital, com organização e transmissão da Assembleia Legislativa. O objetivo foi discutir políticas públicas para o desenvolvimento do Centro Histórico de Cuiabá. Durante a audiência, o mandato do deputado colheu diversas demandas que serão transformadas em proposições.

Lúdio destacou "a situação de abandono e de descaso do Poder Público" nos últimos anos com a população da região. Um dos projetos recentes em andamento para requalificação de imóveis tombados é o Canteiro-Modelo de Conservação, parceria entre o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com recursos do Governo Federal.

As pessoas em situação de rua foram tema de diversas falas realizadas na audiência. Lúdio pontuou a complexidade de ações necessárias para reabilitação dessa população, com atuação no campo da saúde, da moradia, do trabalho e da geração de renda. A situação dos imóveis abandonados enquanto existe população em situação de vulnerabilidade na região também foi mencionada pelo deputado.

"Foram propostas várias soluções, mas tem uma muito simples que alcança todas as pessoas que circulam no Centro: banheiros públicos. O custo não é tão grande, não são obras milionárias, grandiosas, não. Banheiros públicos no Centro da cidade para que as pessoas possam utilizar, porque hoje elas dependem do favor do comerciante quando precisam utilizar e é um problema sério que nós identificamos aqui no Centro", disse o deputado, lembrando ainda da demanda por bebedouros públicos disponíveis na região.

Outro ponto levantado foi o impacto da implantação do estacionamento rotativo na área central da cidade para o comércio local. Representantes dos comerciantes relataram queda nas vendas e na circulação de pessoas depois da vigência da cobrança por estacionamento nas principais ruas do Centro Histórico e do entorno.

"Nós percorremos todo o comércio do Centro fazendo convite para a audiência e uma reclamação de todos é o estacionamento rotativo e a queda brusca no movimento do comércio. É um debate em que nós teremos que provocar a Câmara, o município, para que se encontre uma solução, uma alternativa que não sacrifique mais ainda o comércio aqui do Centro", apontou Lúdio.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet