Cuiabá, sexta-feira, 12/07/2024
21:08:03
informe o texto

Notícias / Geral

02/06/2024 às 13:18

MELHORIAS PARA A POPULAÇÃO

Acompanhe o status das obras dos quatro Hospitais Regionais que o Governo constrói em MT

Previsão da Secretaria de Estado de Saúde é de que todas as unidades sejam entregues a partir de 2025

Leiagora

Acompanhe o status das obras dos quatro Hospitais Regionais que o Governo constrói em MT

Foto: SES / MT

As obras dos novos Hospitais Regionais de Tangará da Serra, Alta Floresta, Juína e do Araguaia, em Confresa, estão avançando em Mato Grosso. De acordo com o planejamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), a previsão é de que as quatro unidades sejam entregues a partir de 2025.

Para o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, as novas unidades representam um grande avanço na saúde pública do estado, já que vão suprir vazios assistenciais que perduram por décadas.

"A gestão do governador Mauro Mendes tem a saúde como uma de suas grandes prioridades e isso se traduz na construção de seis grandes hospitais em Mato Grosso. Quatro deles estão justamente no interior do estado, em quatro polos importantes, que hoje vivem vazios assistenciais. Não tenho dúvidas de que vivemos um momento histórico para a saúde pública de Mato Grosso, que resultará em benefícios para toda a população do estado”, ressaltou.

A obra do Hospital Regional de Juína foi iniciada em maio de 2022 e recebeu, até o momento, investimentos de R$ 37,7 milhões. Já foram executados 34,9% do projeto, com as obras concluídas de montagem das estacas, da usina de concreto, execução do tapume, terraplanagem e limpeza do terreno, além da fundação da edificação principal. A aplicação financeira para a conclusão da unidade totalizará R$ 125,5 milhões em obras.

Já a construção do Hospital Regional de Alta Floresta foi iniciada em junho de 2022 e está 47,7% concluída. O valor já transferido para a execução da obra foi de R$ 58,1 milhões. Foram concluídos no local a limpeza do terreno, a terraplanagem, execução do canteiro de obra e tapume, a montagem de estacas e blocos, além da fundação da estaca hélice contínua, do bloco, armação da viga de baldrame e concretagem de viga e radier. O investimento total na unidade será de R$ 144,3 milhões em obras.

O Hospital Regional do Araguaia, em Confresa, já recebeu um aporte financeiro de R$ 33,9 milhões. Na unidade, já foram executados 30% dos serviços, sendo finalizados a terraplanagem, o tapume, a montagem de estacas da edificação principal e periféricas, os canteiros de obras; estão em fase final a estrutura das taças metálicas e da edificação principal. O hospital receberá um investimento total de R$ 124,5 milhões em obras.

O Hospital Regional de Tangará da Serra está com 30,7% da obra realizada e já foram aplicados R$ 37,7 milhões para a execução da obra. Foram concluídas a terraplanagem, execução do canteiro de obras, montagem das estacas, blocos e armação da viga baldrame, fundação do bloco e execução do muro. O investimento total no hospital será de R$ 122,7 milhões em obras.

As novas estruturas contarão com 111 leitos de enfermaria e 40 leitos de UTI - entre adulto, pediátrico, neonatal e unidade semi-intensiva neonatal - para atendimento na média e alta complexidade.

As unidades também vão ter 10 consultórios médicos, dois consultórios para atendimento a gestantes, seis salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames, como tomografia e colonoscopia.

A secretária adjunta de Infraestrutura e Tecnologia da Informação da SES, Mayara Galvão, enfatiza que as obras avançaram bastante nos últimos meses.

“Estamos acompanhando de forma bem minuciosa a construção dos quatro novos Hospitais Regionais e percebemos um grande avanço nos últimos meses. Isso nos deixa contentes, pois vemos os projetos desenvolvidos pela equipe de obras da SES ganhando forma e temos a certeza de que esses novos hospitais beneficiarão muito a população de Mato Grosso. As novas estruturas terão tudo o que há de mais moderno na área de infraestrutura em saúde”, finalizou.

Outros grandes hospitais

Além dos quatro novos Hospitais Regionais, o Governo do Estado está construindo duas grandes unidades hospitalares em Cuiabá: o Hospital Central e o novo Hospital Universitário Júlio Muller.

Com investimento de R$ 184 milhões em obras, o Hospital Central, cuja construção ficou abandonada por 34 anos, já está 95% executado e terá capacidade para oferecer 1.990 internações, 652 cirurgias, 3 mil consultas especializadas e 1,4 mil exames por mês. A unidade será referenciada para os serviços de alta complexidade em saúde.

Já o novo Hospital Júlio Muller, executado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT), tem 58,3 mil metros quadrados de área construída. A unidade hospitalar é construída por meio de um convênio entre o Governo e a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em um investimento total de R$ 221,1 milhões, divididos entre Estado e União.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet