Cuiabá, quinta-feira, 18/07/2024
13:29:31
informe o texto

Notícias / Política

08/06/2024 às 12:01

SEM PAPAS NA LÍNGUA

Barbudo alfineta colegas de partido sobre falta de rodízio e diz que pessoas têm que ter 'desconfiômetro'

Nelson Barbudo retornou à Câmara dos Deputados no último dia 20 após o falecimento da deputada Amália Barros em decorrência de complicações em uma cirurgia no pâncreas

Vanessa Araujo

Barbudo alfineta colegas de partido sobre falta de rodízio e diz que pessoas têm que ter 'desconfiômetro'

Foto: Reprodução

O deputado federal Nelson Barbudo (PL), que assumiu a vaga da falecida deputada Amália Barros (PL), afirmou nunca ter pedido aos colegas de partido que realizassem o rodízio parlamentar para ele puder ocupar uma cadeira na Câmara dos Deputados.

“Pode perguntar para o Abilio se um dia eu cheguei nele e falei: ‘o companheiro, você vai afastar ou não vai? Você vai cumprir o rodízio ou não?’ Pergunta para a Coronel Fernanda, pergunta para o José Medeiros, eu nunca cobrei, eu acho que as pessoas têm que ter desconfiômetro também”, declarou Nelson Barbudo. 

Barbudo disse que sempre soube que voltaria à Câmara, mas jamais imaginou que seu retorno se daria devido à morte de Amália, evento que, segundo ele, o abalou profundamente.

“Eu tinha certeza que de uma maneira ou de outra eu retornaria para terminar o trabalho que eu comecei, mas nunca dessa maneira, meu Deus, que tristeza, eu tenho uma filha da idade da Amália, nós choramos a minha família. […] Eu sabia que um dia eu voltaria ou em uma próxima eleição, ou com afastamento para cumprir rodízio para dar sequência no trabalho que agora darei com muito pesar e respeito, mas com muita dignidade e sempre repetindo: ‘honrarei todos os projetos da Amália’”, contou. 

Amália Barros (PL), faleceu no dia 11 de maio após complicações de uma cirurgia de retirada de um tumor do pâncreas.

 
Barbudo foi deputado federal entre 2018 a 2022. Ele foi o deputado mais votado em 2018, mas ao tentar a reeleição em 2022 não conseguiu repetir o feito e conquistou a primeira suplência do PL.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

Vídeo Relacionado

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet