Cuiabá, terça-feira, 18/06/2024
17:37:04
informe o texto

Notícias / Política

11/06/2024 às 09:39

SEM GRAVAÇÃO

Mendes critica Cuiabá e VG e afirma que eles estão dificultando trabalho das forças de segurança

Municípios não instalaram as câmeras de segurança fornecidas pelo programa Vigia Mais MT; equipamento daria agilidade no caso Odenil Alves Pedroso

Kamila Arruda e Jardel P. Arruda

Mendes critica Cuiabá e VG e afirma que eles estão dificultando trabalho das forças de segurança

Foto: Sesp-MT

O governador Mauro Mendes (União) criticou as prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande por não instalarem as câmeras de segurança adquiridas pelo governo do Estado por meio do programa Vigia Mais MT.

Para ele, isso tem dificultado o trabalho das forças de segurança nos dois municípios e causou, por exemplo, um problema a mais para identificar o autor do assassinato do sargento Odenil Alves Pedroso, ocorrido na Capital.

"Nós rapidamente identificamos quem assassinou o policial sargento Odenil, porque tinham câmeras de particulares na região. Mas aquilo deu trabalho... se fossem as nossas. Nós compramos 15 mil câmeras e entregamos para os municípios instalarem e Cuiabá não instalou nenhuma", afirmou, na segunda-feira (10), em entrevista a Rádio CBN Cuiabá.

O chefe do Executivo Estadual afirma que nenhuma das duas prefeituras avançou na instalação dos equipamentos que ajudam na investigação, tanto para identificar, quanto para localizar criminosos.

“Nós estamos trabalhando muito, vamos continuar investindo muito em tecnologia. É lamentável que Cuiabá e Várzea Grande não tenham evoluído na instalação de câmeras. No interior do estado, tem prefeitura que já instalou 100%, a maioria delas. Quando você tem muita câmera é muita câmera, isso ajuda demais da conta a localizar [criminosos]”, ressaltou.
 
Criado para aliar tecnologia às ações da segurança pública, inicialmente o programa previa a entrega de 15 mil câmeras para os 142 municípios e outros entes públicos e privados que manifestassem interesse de tornarem parceiros do Estado no monitoramento de ruas, avenidas, praças e outros espaços de interesse público e coletivo.

O número, porém, já passa de 22 mil câmeras com a ampliação para atendimento de escolas e de secretarias.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet