Cuiabá, terça-feira, 18/06/2024
17:01:05
informe o texto

Notícias / Polícia

11/06/2024 às 09:04

GRUPO PERIGOSO

Bandidos morrem em confronto com a PM; um deles tinha 22 passagens por homicídio

Três deles eram conhecidos da polícia e possuem uma ficha criminal extensa

Paulo Henrique Fanaia

Bandidos morrem em confronto com a PM; um deles tinha 22 passagens por homicídio

Foto: Reprodução

Quatro bandidos altamente perigosos morreram em confronto com a Polícia Militar na noite dessa segunda-feira (10) em uma residência localizada no bairro Jardim Tarumã, no município de Tangará da Serra (243 km de Cuiabá). Um dos bandidos é suspeito de ter auxiliado na fuga de Rafael Amorim de Brito, acusado de assassinar o sargento Odenil Alves em Cuiabá. Já outro suspeito, de apenas 17 anos, tem 22 passagens policiais por homicídio.
 
Era por volta das 20h quando a polícia recebeu informações de um grupo de bandidos estariam fazendo seis pessoas de refém em uma residência. De acordo com as informações do grupo de inteligência da polícia, todos os criminosos são faccionados e um deles é suspeito de ter ajudado na fuga de Raffael, responsável pelo assassinato do sargento Odenil Alves no dia 28 de maio em Cuiabá.
 
O grupo de operações policiais foi até o local, uma residência no bairro Jardim Tarumã. Ao se aproximar, eles constataram que quatro suspeitos correram para dentro da casa e um deles pulou o muro, fugindo da abordagem.
 
Dentro da residência começou uma intensa troca de tiros que apenas cessou após a morte dos quatro criminosos.
 
O primeiro a ser identificado foi Elielton Oliveira dos Santos, vulgo CL, de 18 anos. Ele tem passagens por roubo e tráfico de drogas. O segundo foi Luan Marlon Miranda Souza Gomes, vulgo Menor, de 21 anos. Ele tem passagens por roubo, homicídio, tráfico, ameaça e furto. Já o terceiro identificado e mais perigoso deles, era Kauã Vinicius Ferreira, vulgo Pinóquio. Com apenas 17 anos, o suspeito 22 passagens por homicídio, um roubo e tráfico de drogas.
 
O quarto suspeito morto no confronto ainda não foi identificado. O quinto integrante do grupo está foragido. Ainda não se sabe de que forma um dos suspeitos ajudou na fuga do assassino do sargento Odenil Alves, mas os crimes estão sendo investigados.
 
Com os suspeitos foi apreendido uma pistola, dois revólveres, diversas munições, três aparelhos celulares, R$ 428 em espécie e drogas.
 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet