Cuiabá, quarta-feira, 17/07/2024
15:40:03
informe o texto

Notícias / Política

14/06/2024 às 10:04

DE VOLTA AO POSTO

Stopa reassume secretaria de Obras e garante 35 km de asfalto até o final do ano

Stopa estava fora da Secretaria de Obras desde o início de março, quando o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) retornou ao cargo após um afastamento judicial determinado pelo judiciário de Mato Grosso

Da Redação - Kamila Arruda / Da Reportagem Local - Jardel P. Arruda

Stopa reassume secretaria de Obras e garante 35 km de asfalto até o final do ano

Foto: Luiz Alves

O vice-prefeito José Roberto Stopa (PV) reassumiu o comando da Secretaria de Obras nesta semana. Ele volta para o comando da pasta após ter recuado da disputa pela sucessão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), e devido a saída de Ralf Macedo, que deixou a administração municipal para assumir uma cadeira na Câmara de Cuiabá, uma vez que é primeiro suplente da coligação do Partido Verde (PV).
 
Stopa estava fora da Secretaria de Obras desde o início de março, quando o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) retornou ao cargo após um afastamento judicial determinado pelo judiciário de Mato Grosso. Ele preferiu não voltar ao posto, porque tentava convencer a Federação Brasil da Esperança (PT, PV e PCdoB), que era o melhor nome para a disputa majoritária neste ano.

No início do mês, contudo, ele recuou. A frente da pasta novamente, o vice-prefeito afirma que no decorrer deste mês serão lançadas uma série de obras, especialmente de asfaltamento. No total, segundo ele, serão realizados 35 km de asfalto até dezembro, quando se encerra essa gestão.
 
“Estamos com várias obras em andamento, e algumas para começar neste mês de junho. Só neste mês de junho estamos lançando asfalto em oito bairros diferentes. São obras que a gente pretende deixar concluída até final de dezembro, e aquelas que não concluírem faltará muito pouco para o próximo prefeito concluir”, revelou na manhã desta sexta-feira (14).
 
Ralf Macedo, que estava respondendo pela pasta até a última quarta-feira (12), teve que deixar o primeiro escalão municipal para assumir a cadeira do vereador Paulo Henrique (PV) no Legislativo Cuiabano. O titular pediu licença de 31 dias para esclarecer o seu suposto envolvimento com uma facção criminosa, exposto através da Operação Ragnatella.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet