Cuiabá, sábado, 20/07/2024
14:51:49
informe o texto

Notícias / Entrevista da Semana

16/06/2024 às 08:01

ENTREVISTA DA SEMANA

Peeling de fenol: O que você precisa saber para evitar risco de morte com este procedimento estético

Ao Leiagora, médica especialista explicou que até o clima da cidade do paciente pode impactar na recuperação

Vanessa Araujo

Peeling de fenol: O que você precisa saber para evitar risco de morte com este procedimento estético

Foto: Reprodução/Montagem

A morte do empresário Henrique Silva Chagas, de 27 anos, após ser submetido ao peeling de fenol em uma clínica de São Paulo, chamou atenção para os cuidados que devem ser tomados antes da realização de um procedimento invasivo e a importância de procurar profissionais confiáveis no assunto para a realização de qualquer procedimento estético para garantir um bom resultado e segurança. 

Com a morte de Henrique, surgiu uma discussão sobre qual profissional deve realizar o peeling de fenol, pois o procedimento foi realizado por uma esteticista, não uma médica. O Conselho Federal de Medicina (CFM) afirma que o tratamento é invasivo e pode apresentar riscos, como taquicardia, e por isso deve ser feito apenas por médicos dermatologistas.


Para esclarecer como funciona o peeling de fenol, os cuidados necessários antes e depois do procedimento, e os riscos envolvidos, o Leiagora entrevistou a médica Alynne Correa Fernandes, pós-graduada em dermatologia e medicina estética. 

Leiagora - Existem benefícios do peeling de fenol para a saúde das pessoas? Se sim, quais?

Alynne - Não, ele é um ácido utilizado para estética mesmo. Então ele é um, ele é um ácido usado há muitas décadas, mas com fim meramente estético. Então ele vai ser indicado principalmente para aqueles pacientes que querem rejuvenescimento facial. Então aquele paciente mais velho que tem muitas ruguinhas que já tem sinais de flacidez acentuada que já tem muito foto dano. Com a aplicação do fenol a gente consegue teoricamente ter uma pele nova, você faz uma renovação total dessa pele, porque ele penetra em camadas mais profundas e renova tudo.

Leiagora - Há alguma restrição de idade para a realização do peefling de fenol?

Alynne - Para gente fazer um peeling de fenol a gente tem até que conhecer um pouco do paciente para saber se ele não é um paciente tão leigo, porque até as orientações que a gente vai dar para esse paciente, nós temos que ter certeza que ele entendeu. Não teria uma contraindicação em termos de idade, as contraindicações que nós temos são em termos dos efeitos colaterais. Então, por exemplo, o paciente que é cardiopata, que já tem alguma doença renal, doença hepática é um paciente que não pode fazer, um paciente com um fotótipo mais alto também não pode. Tem que ser um paciente bem esclarecido para fazer o procedimento, porque requer muitos cuidados no pós e no pré, porque para gente fazer esse peeling de fenol, é necessário fazer todo um preparo antes. 

Leiagora - Na semana passada nós tivemos a morte de um jovem em decorrência do procedimento, mas ele realizou uma clínica de estética. Afinal, o procedimento pode ser feito por esteticistas ou apenas em clínicas dermatológicas?

Alynne - Isso está entrando em discussão agora, os conselhos estão discutindo, porque fala que pode e o outro não. A questão é: é um procedimento invasivo, que precisa de um profissional habilitado para realizá-lo, ele tem que ter capacidade técnica para fazer aquilo. O assunto não seria nem tanto se ele é médico ou não, mas o profissional estar capacitado, porque às vezes ele é médico, mas não tem capacitação para fazer. O ideal seria um cirurgião plástico ou dermatologista porque eles estão mais capacitados para isso, eles estudaram a pele e estão no dia-a-dia em procedimentos mais invasivos. 

Leiagora - Qual a maneira correta de se fazer o pós-procedimento? Qual o tempo de recuperação?

Alynne - O paciente vai ficar várias semanas com uma pele mais vermelha, mais sensível, essa pele vai demorar meses para se recuperar totalmente. Então, é um paciente que precisa até se planejar, porque não vai poder ficar saindo de casa. São meses de recuperação, não tem uma data exata, porque depende muito do paciente. 

Leiagora - Por último, para quem mora em Mato Grosso, um estado com clima quente, como se cuidar após o procedimento?

Alynne - É uma cidade [Cuiabá] muito difícil da gente indicar esse procedimento justamente porque um dos cuidados pós-procedimento é não ter essa exposição solar da forma que é aqui em Mato Grosso, então é um procedimento que é muito difícil de ser feito aqui. Pode ser feito? Pode. Existem pacientes que conseguem se programar, tirar férias e ficar só dentro de casa, porque na cidade que nós estamos será necessário isso, o paciente se programar e se manter a maior parte do tempo só dentro de casa para evitar essa radiação, muito protetor solar para evitar manchas e cicatrizes, então é um procedimento muito difícil de se fazer em uma cidade igual Cuiabá. 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet