Cuiabá, quarta-feira, 24/07/2024
01:47:16
informe o texto

Notícias / Política

15/06/2024 às 14:00

CALMA AÍ

MDB ainda não decidiu se lança candidatura própria, mas para prefeito isso não preocupa: ‘Dá tempo’

Usando de experiencia própria, o prefeito lembra que em 2016 ele lançou sua candidatura de última hora e mesmo assim venceu as eleições para prefeito

Da redação - Paulo Henrique Fanaia / Da reportagem local - Jardel P. Arruda

MDB ainda não decidiu se lança candidatura própria, mas para prefeito isso não preocupa: ‘Dá tempo’

Foto: Reprodução

Enquanto as siglas de maior representatividade em Cuiabá já lançaram seus pré-candidatos: Eduardo Botelho pelo União Brasil; Abílio Brunini pelo Partido Liberal; e Lúdio Cabral pela Federação Brasil da Esperança (PT, PV e PcdoB), o MDB ainda não decidiu se irá lançar um nome próprio ou se vai chancelar apoio a algum desses nomes. Porém, isso não preocupa o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), afinal, ele mesmo já demorou para lançar campanha e mesmo assim foi eleito.
 
“Em 2016, eu saí candidato nessa época, final de maio, na primeira quinzena de junho que meu nome foi apresentado como candidato, até então era o Valtenir Pereira e o cenário era dominado pelo então prefeito Mauro Mendes que era o candidato da reeleição, pelo Procurador Mauro, pelo juiz Julier Sebastião, que lançou seu nome naquele período também e pela ex-senadora Serys Slhessarenko. Ninguém falava em Emanuel Pinheiro, não se cogitava a minha candidatura. Entrei, ganhei as eleições e fui eleito prefeito de Cuiabá”, disse o gestor.
 
Atualmente, o grupo liderado por Emanuel domina o diretório municipal do MDB na Capital. Esse grupo defende que o partido tenha uma candidatura própria e defende o nome do deputado estadual, Juca do Guaraná e do empresário Domingos Kenedy.
 
Mesmo que esse grupo seja forte, ainda há um outro lado da balança, o grupo de Janaina Riva que deseja ver o MDB apoiando a candidatura de Eduardo Botelho e descolando o partido da imagem política de Emanuel.
 
Lembrando que as convenções partidárias começam no dia 20 de julho e termina em 5 de agosto. Depois disso, os partidos têm até 15 de agosto para registrar o nome dos candidatos. Portanto, até lá muita coisa vai rolar e esse possível nome do MDB pode mesmo surgir ou pode servir como uma forma de negociar apoio.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet