Cuiabá, segunda-feira, 15/07/2024
06:57:07
informe o texto

Notícias / Política

18/06/2024 às 13:05

LEILÃO DO ARROZ

Neri admite chateação com Fávaro, mas nega que irá sair atirando com ele: 'Não é meu perfil'

Segundo o ex-secretário, ele sempre foi contra o leilão e defendia que houvesse um investimento para a produção nacional do arroz em outros estados para além do Rio Grande do Sul, maior produtor do cereal no país

Vanessa Araujo

Neri admite chateação com Fávaro, mas nega que irá sair atirando com ele: 'Não é meu perfil'

Foto: Reprodução/YouTube

O ex-secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller (PP), admite que saiu da gestão federal chateado com o ministro Carlos Fávaro (PSD), mas garante que não vai sair atirando contra ele e o governo federal como um todo. 

“Eu não devo e por isso que eu fiquei chateado, sim, com o ministro da Agricultura [Carlos Fávaro] da forma que eu saí do governo. Eu quero deixar registrado aqui que é legitimo por parte do ministro, o ministro é ele, é legitimo por parte do governo me afastar e ter a preocupação com a inflação”, afirmou Geller nesta terça-feira (18). 

O progressista afirma que a sua preocupação no momento é esclarecer os fatos. “E não saio como saiu em alguns lugares que eu ia sair atirando, não é o meu perfil, não sou injusto, não faço politicagem, nunca fiz, o que nós vamos fazer é de forma ordeira, honesta, esclarecer os fatos. […] Não caio atirando, caio colocando os fatos como eles efetivamente são”, completou.

As declarações foram dadas junto a Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados na manhã desta terça-feira (18). Na oportunidade, Geller fez questão de deixar claro que era contra a importação de arroz.

Segundo ele, a decisão de importar saiu da Casa Civil e que a sua pasta apenas deu sequência nos tramites. Para o ex-secretário, a importação não era necessária, uma vez que existia uma janela de oportunidades para investir na produção nacional de arroz, em outros lugares para além do Rio Grande do Sul, atingido por enchentes. 

“Era muito claro que nesse momento tinha-se também uma janela de oportunidades para a produção nacional [de arroz] e era então a minha obrigação como secretário de Política Agrícola trabalhar essa vertente. […] Nós participamos de algumas reuniões na Casa Civil e, por isso que eu disse que as decisões foram tomadas no âmbito da Casa Civil. É importante que a gente ressalte isso, não foi ministro fulano ou ciclano, foi no âmbito técnico da Casa Civil, porque estava se tratando da questão das enchentes”, explicou. 

Entenda o caso

Neri Geller foi exonerado do cargo de secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em 12 de junho. Embora inicialmente tenha sido divulgado que ele pediu demissão, no entanto, ele foi demitido.

Fontes próximas ao ex-secretário afirmam que ele se recusou a pedir demissão, temendo que isso pudesse ser interpretado como uma admissão de culpa. Geller nega ter influenciado o leilão da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Acontece que, um ex-assessor de Geller, Robson Almeida de França, dono da Foco Corretora, fundada em 2023 e já vencedora de três das quatro empresas do leilão: a Zafira Trading, ASR Locação de Veículos e Máquinas Agrícolas e Icefruit Indústria e Comércio de Alimentos, é advogado de Neri na Justiça Eleitoral. Robson também é sócio de Marcelo Geller, filho de Neri, em outra empresa.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

Vídeo Relacionado

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet