Cuiabá, sábado, 20/07/2024
15:29:49
informe o texto

Notícias / Polícia

09/07/2024 às 09:13

DESFORÇO ENCARREGADO

Vídeo | Polícia cumpre 17 mandados contra autores de latrocínio em Cuiabá

Seis suspeitos foram presos por força de mandados de prisão temporária expedidos pelo Poder Judiciário

Leiagora

<Font color=Orange> Vídeo </font color> | Polícia cumpre 17 mandados contra autores de latrocínio em Cuiabá

Foto: PJC / MT

Dezessete mandados judiciais foram cumpridos pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derfva), nesta terça-feira (9), na Operação “Desforço Encarregado”, deflagrada para prender os autores de um latrocínio ocorrido em janeiro deste ano em Cuiabá.
 
As 11 ordens de busca e apreensão domiciliar e seis de prisão temporárias foram expedidas pela Justiça, após investigação da Derfva para esclarecer o latrocínio que vitimou Hildebland Pereira da Silva, síndico do Condomínio Chapada dos Pinhais.
 
Diversos materiais relacionados ao roubo seguido de morte foram localizados, reforçando as provas contra os alvos. O trabalho operacional envolveu grande efetivo policial para garantir a eficácia das ações.
 
Os seis suspeitos presos foram levados para Derfva, onde serão interrogados. Já os objetos apreendidos serão analisados para consolidar a materialidade das autorias.
 
De acordo com o delegado responsável pela investigação, João Paulo Firpo Fontes, a equipe da Derfva diligenciou incansavelmente para reunir evidências necessárias e assegurar que os responsáveis por este crime sejam punidos.
 
“Essa operação reflete o empenho e a dedicação da instituição em combater a criminalidade, elucidando delitos de forma qualificada, e dar resposta para a sociedade mato-grossense”, destacou o delegado adjunto da Derfva.
 
Roubo seguido de morte
 
No dia 31 de janeiro, a vítima foi brutalmente espancada e alvejada por disparo de arma de fogo.
 
Conforme apurado pelos policiais civis, a motivação foi o suposto desaparecimento de uma quantia em dinheiro que estava guardada no apartamento de um dos principais suspeitos. Este suspeito acusou Hildebland de tê-lo furtado, resultando no latrocínio como forma de vingança.
 
Investigações
 
Os indícios apontaram o envolvimento dos suspeitos, os quais forneceram o veículo utilizado no latrocínio e participaram diretamente do espancamento e posterior disparo que culminou na morte da vítima.
 
No decorrer das investigações, a arma de fogo (pistola calibre .40) foi localizada e apreendida na casa de um deles.
 
Histórico criminal
 
Os investigados integram uma facção criminosa responsável por crimes de extrema violência e gravidade em Mato Grosso. A maioria deles possui extensa ficha criminal, incluindo organização criminosa, roubo majorado, receptação, tráfico de drogas e corrupção de menores.
 
Laudo pericial
 
O laudo de exame necroscópico, emitido pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), indicou que a causa da morte de Hildebland Pereira da Silva foi determinada como disfunção de múltiplos órgãos devido à ação de instrumento contundente, com perfuração de diversos órgãos.
 
O delegado titular da Derfva, Diego Alex Martimiano da Silva, enfatizou a importância dessa operação.

“Essa operação exemplifica nosso compromisso em desarticular organizações criminosas e garantir que os responsáveis por ocorrências tão brutais sejam levados à justiça. Este é um passo significativo para restaurar a segurança e tranquilidade na nossa capital”, afirmou.

Operação Desforço Encarregado

A ação é um desdobramento da Operação Erga Omnes, deflagrada pela Polícia Civil visando o combate ao crime organizado em Mato Grosso.

O nome da operação faz alusão a uma “vingança perpetrada pelos criminosos contra o síndico do condomínio supramencionado”.

 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet