Cuiabá, sábado, 13/07/2024
09:17:56
informe o texto

Notícias / Política

09/07/2024 às 19:00

'QUEM PERDE É O POVO'

Pré-candidato do MDB chama governador de amigo e diz que está pronto para sentar à mesa com ele

Domingos Kennedy declarou que não adotará conduta de briga de Emanuel Pinheiro com o governo do Estado

Natacha Wogel - Da Redação /Luíza Vieira - Do Local

Pré-candidato do MDB chama governador de amigo e diz que está pronto para sentar à mesa com ele

Foto: Assessoria

Em coletiva de imprensa já oficializado como pré-candidato do MDB à Prefeitura de Cuiabá, o empresário Domingos Kennedy declarou que não adotará a condução de briga do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) com o governo do Estado. Pelo contrário, chamou o governador Mauro Mendes (UB) de amigo e disse que se sentará à mesa com ele sempre que necessário, ‘pelo povo’.

“Pelo povo, por todos, eu vou tentar fazer a aproximação com o governador, até porque ele é meu amigo. Eu acho que essa briga perde mais o povo do que qualquer outra pessoa. Nós não vamos trabalhar assim. Nós vamos sentar com o governador, ou seja com quem for. Nós vamos trazer todo o benefício possível para o nosso povo. Nosso povo merece”, ponderou o empresário, durante evento de lançamento do seu nome, nesta terça-feira (9).

Domingos Kennedy é empresário dos ramos industrial e do agronegócio, além de presidente da Associação das Empresas do Distrito Industrial de Cuiabá (AEDIC), posto que já foi ocupado pela atual senadora Margareth Buzetti (PSD), cuja atuação é muito próxima às demandas do governador Mauro Mendes. A aproximação do pré-candidato a prefeito de Cuiabá com o mandatário estadual estaria naturalmente ligada à atividade empresarial de ambos.

Partidos no arco de aliança

Conforme a fala de Kennedy à imprensa, ainda está escasso o rol de siglas que possam vir a caminhar junto de sua corrida ao Alencastro. Ele citou o PDT com quase 100% de apoio devotado e disse que está conversando com legendas como Podemos e o Novo – embora esta últim tenha Reginaldo Teixeira como pré-candidato a prefeito.

“Não foi prometido nada não, estamos agora começando a conversar com os partidos. Tem o PDT, que tá quase fechado, estamos conversando com o Podemos, o Novo. Tem algumas coisas a serem articuladas, não tá fechado tudo não. O Novo tem candidato, mas a gente faz uma composição com ele lá. São gente boa. Eu acho que eles têm mais oportunidades de vir com a gente”, disse.

Quanto à disputa agressiva entre os pré-candidatos, com ataques diretos como já é possível acompanhar, o empresário declarou que fugirá das brigas e fará uma campanha de proposições.

“Campanha tem que ser propositiva, nada de ataques. Eu tô vendo aí uma ‘brigaiada’ danada. Enquanto eles estão brigando, nós vamos conversando com o povo. Vamos trabalhar, o povo não quer saber de briga, quer propostas”, sentenciou.  
 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet