Cuiabá, segunda-feira, 15/07/2024
08:30:42
informe o texto

Notícias / Política

10/07/2024 às 18:11

REDUTO BOLSONARISTA

Vinda de Carlos Bolsonaro para MT é um alívio pela falta de políticos alinhados com a direita, avalia Abilio

Para o deputado, senadores como Jayme e Buzetti estão alinhados com Lula e o Governo Federal, portanto, vinda do filho 02 do ex-presidente passa o recado de que classe política de MT está longe da direita

Da redação - Paulo Henrique Fanaia / Da reportagem local - Vanessa Araujo

Vinda de Carlos Bolsonaro para MT é um alívio pela falta de políticos alinhados com a direita, avalia Abilio

Foto: Reprodução

Pela qualidade da classe política de Mato Grosso, é um alívio a possibilidade de que o vereador carioca Carlos Bolsonaro (PL-RJ) dispute uma vaga de senador pelo estado em 2026. Esta foi a análise feita pelo deputado federal e pré-candidato a prefeito de Cuiabá, Abilio Brunini (PL) na manhã desta quarta-feira (10).
 
Abilio ainda aproveitou a oportunidade para alfinetar os senadores Jayme Campos (MDB) e Margareth Buzetti (PSD) que, segundo ele, estão alinhados ao Governo Federal e com as pautas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
 
“Hoje não temos senadores em Mato Grosso, com exceção do Wellington Fagundes, que defendam essas pautas [da direita]. Nós percebemos uma entrega do Jayme ao Governo Federal. A Buzetti não tem feito enfrentamento ao governo, até mesmo porque o Fávaro é o titular da pasta. Então percebemos que há uma ausência de pessoas que façam a defesa do parlamento no Legislativo”, disse Abilio.
 
Reportagem do jornal Folha de São Paulo publicada esta semana trouxe à tona a informação de que Partido Liberal está se articulando para lançar o filho do ex-presidente Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro (PL), como candidato ao senado por Mato Grosso.
 
Conforme a matéria, o objetivo é evitar que Carlos entre em rota de colisão com o irmão Flávio Bolsonaro (PL), que vai disputar a reeleição para senador em 2026 pelo estado fluminense.

Mato Grosso passou a ser cotado como colégio eleitoral para o vereador por ser um dos estados em que Bolsonaro foi mais bem votado. Além do estado, Santa Catarina também é considerada uma opção.
 
Isso é só conversa
 
Mesmo demonstrando animação com a ideia, Abilio diz que não acredita nessa vinda do filho 02 de Bolsonaro para Mato Grosso. Para o parlamentar, tudo são conjecturas que no final ajudam a passar uma mensagem aos políticos mato-grossenses, a de que o estado não está alinhando com os princípios da direita.
 
“Isso é mais conversa nacional. Mas essa conversa surge no momento que está demonstrando que Mato Grosso está buscando distanciamento da direita porque a classe política está buscando figuras políticas externas pra mostrar: ‘Ou vocês buscam fazer o que a população deseja porque o povo de Mato Grosso é de direita, ou figuras políticas serão renovadas’”, afirma o deputado.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Mário Machado 11/07/2024 às 00:00

    Ridículo o posicionamento do Abílio, defender um ignorante carioca, como é esse Carlos Bolsonaro, ser Senador por Mato Grosso é o fim da picada. Fora .....temos pessoas dignas e honradas aqui para nós representar no Senado Federal.

 
Sitevip Internet