Cuiabá, sábado, 06/03/2021
09:40:55
informe o texto

Notícias / Leia Rápido

06/07/2018 às 14:00

Ministério da Cultura irá investir cerca de R$ 9 milhões em literatura, bibliotecas e museus

Redação Leiagora

O Ministério da Cultura lançou, no começo desta semana, o Programa Leitura Gera Futuro, cujo objetivo é fomentar a criação de bibliotecas digitais, a realização de feiras literárias e a publicação de livros com temática relacionada aos 200 anos da Independência do Brasil. Serão disponibilizados R$ 6 milhões em três editais, além R$ 2,8 milhões em prêmios para iniciativas de modernização e preservação do patrimônio museológico brasileiro, através do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM).

O edital da premiação do IBRAM foi publicado nesta quinta-feira (5). 28 instituições brasileiras serão reconhecidas com prêmios de R$ 100 mil. As contempladas devem ter desenvolvido ações ou estudos para a modernização dos museus, seja nas atividades e exposições, seja em sua infraestrutura. As inscrições podem ser feitas das 08h do dia 09 de julho de 2018 às 20h do dia 06 de setembro de 2018, horário de Brasília. A inscrição é gratuita e deve ser realizada por meio do sistema SalicWeb disponível no site do Ibram (www.museus.gov.br), onde também pode ser encontrado o edital.

Os outros três editais ainda não foram publicados. O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, ressaltou que um dos diferenciais do Leitura Gera Futuro é o fomento a bibliotecas digitais, estimulando o acesso à leitura por esses meios. O edital Bibliotecas Digitais prevê a aquisição de aparelhos para a leitura de livros digitais, os e-readers, além de acesso a esses livros. Também está prevista a realização de modificações que tornem o ambiente mais atrativo. O valor destinado a esses projetos é de R$ 2 milhões, R$ 100 mil por convênio.

Já o segundo edital vai investir R$ 3 milhões para 17 ações literárias no país. Serão fomentados eventos como feiras literárias e bienais. Os recursos serão distribuídos da seguinte forma: três projetos receberão R$ 400 mil cada, quatro receberão R$ 200 mil cada e dez receberão R$ 100 mil. O terceiro edital anunciado vai disponibilizar R$ 1 milhão para reconhecer obras literárias com temas relacionados aos 200 anos da Independência do Brasil, que será comemorada em 2022. Serão premiadas 25 obras com R$ 40 mil cada. Podem concorrer autores brasileiros ou naturalizados e as obras devem ser inéditas.

Imagem destacada disponível em Wikimedia Commons.

Por Bárbara Muller com informações da assessoria do Ministério da Cultura.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet