Cuiabá, sexta-feira, 23/07/2021
16:02:11
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

18/07/2018 às 11:02

CBOT: Mercado de grãos deve abrir em alta com desempenho da safra dos EUA

Redação Leiagora

Os futuros de grãos tendem a abrir em alta na Bolsa de Chicago (CBOT), nesta quarta-feira, 18, com investidores atentos às condições das lavouras norte-americanas. "A recente seca no Cinturão Agrícola e as temperaturas acima da média trouxeram a redução dos níveis de condição de safra" na última semana, afirma a consultoria ARC Mercosul, e puxam os preços para cima.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) informou que 69% das lavouras de soja estavam em condição boa ou excelente, na semana até domingo (15) ante 71% na semana anterior e 61% um ano antes. Conforme o governo do país, 65% da safra tinha florescido, ante 45% na média de cinco anos. Ainda segundo o USDA, 26% da safra estava formando vagens, em comparação a 11% na média de cinco anos.

Stefan Tomkiw, do Société Générale, avalia em nota que a queda no desenvolvimento da oleaginosa foi leve, considerando a proporção das áreas em situação boa a excelente, mas ponderou que o mercado já vinha buscando um motivo para engatar uma reação. "O mercado perdeu basicamente US$ 2 entre a máxima atingida entre o fim de abril e maio e o patamar que está hoje e vinha tentando buscar uma razão para justificar uma recuperação do preço."

Na ponta da demanda, o USDA informou que os exportadores do país venderam 199,5 mil toneladas de soja para o Paquistão, com entrega na temporada de 2018/19, que começa em setembro. Para o milho, a qualidade das lavouras nos Estados Unidos também piorou na semana passada. O USDA relatou que 72% da safra apresentava condição boa ou excelente, uma queda de 3 pontos porcentuais ante a semana anterior. A parcela ainda é maior do que a verificada no período correspondente do ano passado, de 64%. O USDA informou ainda que 63% da safra de milho estava formando espigas, ante 37% na média dos cinco anos anteriores.

O USDA destacou, ainda, que 80% das lavouras de trigo de primavera estavam em condição boa ou excelente, sem variação ante a semana anterior. Um ano antes, essa parcela era bem menor, de 34%. Segundo o USDA, 93% da safra tinha perfilhado, contra 85% na média de cinco anos. A colheita da safra do cereal de inverno estava em 74% da área total, de acordo com o governo do país, ante 71% na média de cinco anos.

No overnight, o vencimento novembro da soja subiu 4,75 cents (0,56%), a US$ 8,60 por bushel, assim como o de milho para dezembro, que ganhou 2,50 cents (0,69%), a US$ 3,6225 por bushel. O trigo para setembro avançou 5 cents (1%), a US$ 5,1750 por bushel.

Fonte:  Dow Jones Newswires

Direto de São Paulo, Nayara Figueiredo - Estadão Conteúdo

 
Sitevip Internet