Cuiabá, sexta-feira, 23/07/2021
16:10:31
informe o texto

Notícias / Geral

16/10/2018 às 12:45

Genética e acúmulo de gordura corporal

Redação Leiagora

Pesquisas mostram que diferenças nos genes podem levar a problemas com o peso corporal. Portanto, se os seus pais são obesos, as chances de você ser obeso é maior também. Mas isso não significa que irá ser obeso sem sombras de dúvidas. Muitas pessoas com obesidade na família não são obesas. E podem combater a probabilidade com a dieta e com o exercício.

Um gene tem chamado bastante a atenção, o FTO. Pesquisadores demonstraram que pessoas com certas diferenças nesse gene tem de 20-30% maior chance de obesidade. Dúzias de outros genes estão relacionados com o peso. Alguns, por exemplo, provocam em algumas pessoas um estoque natural de gordura maior.

A obesidade é uma doença muito complexa e muitos fatores podem contribuir para ela e causá-la, incluindo a genética, comportamento e ambiente. A obesidade aumentou mundialmente com a industrialização, estilo de vida sedentário e uma dieta rica em gordura e açúcar refinado. Pesquisas mostram que uma predisposição genética aumenta o risco de ser obeso ou sobrepeso, mas pode ser contrabalanceada pelo estilo de vida.

Almeje por duas horas e meia de exercício de intensidade moderada como caminhada rápida toda a semana. Treino com pesos pelo menos duas vezes por semana ajuda a manter os músculos fortes. Diminua o consumo calórico; como por exemplo, cortar 500 kcal por dia. Consuma mais frutas, vegetais, grãos integrais e alimentos com pouca gordura e laticínios desnatados. Peixes, carnes magras, ovos e castanhas também são boas opções.

Referência

http://www.webmd.com/diet/obesity/are-you-fated-be-fat?ecd=wnl_wlw_111815&ctr=wnl-wlw-111815_nsl-promo-3_title&mb=voAu2w9N73u3p993LPWFqRXFE73IOX1c0OaTzBd4F8E%3d

Direto do Estadão Conteúdo, Joyce Rouvier
 
Sitevip Internet