Cuiabá, sexta-feira, 19/07/2019
16:50:55
informe o texto

Notícias / Leiagora nas ruas

11/03/2019 às 15:19

Valor de diárias e burocracia na Semob deixa condutores revoltados

Usuários reclamam da burocracia de retirar os veículos

Luana Valentim

Após algumas denúncias, o Portal Leiagora/LTV foi conferir no pátio da Secretaria de Mobilidade Urbana nesta segunda-feira (11), os veículos guinchados por infrações de trânsito e saber sobre a burocracia que os condutores enfrentam para regularizar a sua situação e poder retirar o seu veículo.


Os valores das diárias, por exemplo, são de R$ 75 para carros e R$ 49 para motos. O montante é considerado exorbitante se comparado a estacionamentos privados em que custam cerca de R$ 20 para carros. O preço, inclusive, é uma das maiores reclamações dos condutores.


É o caso de Silvio Batista que teve a sua moto recolhida na sexta-feira (08), por estar com a documentação atrasada e ter estacionado em local proibido. Ele reclamou da demora no atendimento.


Silvio informou que, diante disso, não conseguiu efetuar o pagamento na sexta, então está sendo cobrado quatro diárias dele, ou seja, R$ 196. Silvio considera que é um grave erro prender o patrimônio da pessoa.


O caso de Rafael Moraes é um pouco similar, ele teve o seu carro guinchado há 20 dias e relata que não recebeu a atenção suficiente para poder resolver o seu problema. O valor das diárias para o caminhoneiro ficou em R$ 1,5 mil mais o guincho.


Caso não consiga resolver essa situação ainda hoje, ele só poderá retornar o local daqui a 15 dias, pelo fato de ser caminhoneiro em São Paulo, onde o montante a ser pago passará a ser R$ 3,750 mil somente em diárias.


A reportagem procurou a Semob que, por meio de nota, informou que os pátios onde são deixados os veículos são de uma empresa terceirizada, a Rodando Legal.


Veja a nota na íntegra:


A respeito da remoção de veículos após constatação de irregularidades por agentes da Secretaria da Mobilidade Urbana (Semob), a Pasta informa que:


- Os automóveis são levados para dois pátios, mantidos pela empresa Rodando Legal, terceirizada pela Semob.


- Para que sejam retirados é necessário que os motoristas infratores paguem as taxas de remoção (R$ 140), estadia (R$ 150), e quaisquer outras penalidades que constem nos registros do veículo.


- A ação dos agentes é amparada pela Resolução Federal 623 e pelo Código Brasileiro de Trânsito.


- Os preços praticados pela empresa são compatíveis à média nacional e foram levados em consideração durante o processo licitatório que resultou em sua contratação.


- Na última semana houve aumento no número de motoristas infratores nos pátios. Isso decorre das ações realizadas ao longo do carnaval e dos dias de feriado, que causaram acúmulo de pedidos de retirada e emissão de boletos.

 

Vídeo Relacionado

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Elias Vieira de Oliveira 12/07/2019 às 00:00

    boa tarde, a secretaria do município de Cuiabá,MT e o nosso prefeito Emanuel Pinheiro juntos com os vereadores de Cuiabá não tem respeito pelo cidadão cuiabano inclusive meu carro foi removido no dia 11.07.2019 as 17:30 horas. quando foi no dia 12.07.2019 procurei a secretária aonde o servidor teve a capacidade de falar que eu teria que pagar duas diárias do pátio isso e um roubo no cidadão brasileiro. sendo que uma diária tem que ser 24 Horas.

Enquete

Qual seu posicionamento em relação a Reforma da Previdência?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet