Cuiabá, terça-feira, 19/03/2019
17:36:25
informe o texto

Notícias / Mato Grosso

12/03/2019 às 11:19

Motoristas embriagados são presos em Cuiabá e no interior do Estado

Redação Leiagora

Motoristas ainda insistem em combinar álcool com direção. Neste final de semana (09 e 10), a Polícia Militar prendeu condutores dirigindo sob efeito de álcool, em Cuiabá e no interior do Estado.

Em Cuiabá, o primeiro caso aconteceu no bairro Pedra 90. M.S.H.A. , de 23 anos, dirigia uma motocicleta XRE 190, não obedeceu a ordem de parada e acelerou. Depois de um logo percurso de busca o suspeito foi abordado.

Além de estar alcoolizado, ele não possuía carteira de habilitação e documentos da motocicleta. O suspeito foi encaminhado à delegacia e a moto pelos agentes da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob).

A segunda ocorrência foi registrada durante bloqueio policial, na tarde de sábado (09.03). No teste do bafômetro foi constatado alto índice de alcoolemia de J.E.S, de 39 anos. Ele dirigia uma caminhonete Ford Ranger. O condutor foi encaminhado à Central de Flagrante.

Mais ocorrências

Em Rondonópolis, J.G.O.S. (22), foi preso quando pilotava uma motocicleta Honda Fan 125. Ele estava embriagado e ainda executava direção perigosa colocando a vida de pedestres e motoristas em risco.

Em Juína, policiais foram informados que um motorista de uma caminhonete Ranger dirigia sob efeito de álcool e ziguezagueando pela pista. A guarnição conseguiu abordar o motorista, E.T. (34) no bairro Módulo Cinco. No teste de alcoolemia o resultado foi acima. O condutor foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia.

Em Alto Taquari, J.C.S. (39) foi preso por dirigir embriagado. Ele conduzia um caminhão e na vistoria foi encontrado no veículo, garrafas de aguardente. O motorista foi encaminhado à delegacia.

Crime

O motorista que é flagrado dirigindo embriagado terá que pagar multa no valor de R$ 2.934,70, No momento do teste de bafômetro, o condutor que tiver índice de álcool no sangue superior a 0,34 miligramas por litro de ar expelido será preso, pagará multa, terá a CNH suspensa e responderá por crime.

A pena é de detenção de seis meses a três anos. Quando a quantidade de álcool detectada for abaixo de 0,33mg/l, o condutor é autuado, tem CNH retida e paga multa.

Direto da Redação, Luzia Araújo, com Assessoria PM/MT

Preencha seu email abaixo para receber atualizações diárias de nossos artigos
 
Sitevip Internet