Cuiabá, quarta-feira, 22/05/2019
01:48:30
informe o texto

Notícias / Política

15/03/2019 às 09:44

'Diante da calamidade da Santa Casa, a intervenção é o melhor caminho', disse Misael

Conforme a lei, somente o Executivo municipal pode fazer uma intervenção no hospital filantrópico

Luana Valentim e Fernanda Leite

O presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão, declarou em conversa com jornalistas nesta sexta-feira (15), que os vereadores sugeriram ao prefeito, Emanuel Pinheiro (MDB) a intervenção na Santa Casa de Misericórdia, pois de acordo com a lei, somente o município pode fazer isso.
 
Misael explicou que Cuiabá é gestão plena e hoje a unidade de saúde não tem condições de receber mais recursos público.
 
“Então, diante dessa calamidade que está a Santa Casa, todos nós temos que dar as mãos e nos unir para ajudá-la. Temos que buscar o caminho mais responsável e legal neste sentido”, afirmou.
 
Completou ainda que foi feito um estudo técnico dentro da assessoria jurídica da Câmara, que apontou que a lei determina que a intervenção deve ser feita pelo gestor municipal.
 
Misael disse que espera que Pinheiro se posicione diante desta situação e afirmou que tudo o que for necessário para salvar a Santa Casa será feito. E que o Executivo municipal terá o apoio para buscar forças junto ao governo, o Tribunal de Contas do Estado, o Ministério Público, a Assembleia Legislativa, a bancada federal e os senadores.
 
“Agora a intervenção é uma sugestão da Câmara que entendeu que este é o melhor caminho para salvar a Santa Casa”, destacou.
 
Questionado se ele sabe onde foi parar os mais de R$ 12 milhões de emendas que os deputados federais dizem ter enviado para que a prefeitura repassasse à Santa Casa, Misael disse que isso foi fator determinante para que tomasse a decisão de intervenção.
 
Ele informou que participou de várias reuniões dentro de uma comissão de vereadores, o conselho de saúde, servidores e diretoria do hospital, que deixaram claro que esse recurso não foi destinado à unidade de saúde, mas sim para o município de Cuiabá para investir no Hospital Municipal de Cuiabá.
 
Misael explicou que foi instaurado uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Câmara para investigar sobre os milhões destinados para a compra de insumos e materiais hospitalares dos filantrópicos. Nela, já foi ouvido o ex-presidente da Santa Casa, Antônio Prezza, que afirmou que o prefeito e o secretário Municipal de Saúde, Antônio Possas garantiram que seriam repassados os R$ 12,4 milhões ao filantrópico.
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Qual sua situação sentimental atual?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet