Cuiabá, quinta-feira, 21/03/2019
03:53:42
informe o texto

Notícias / Política

15/03/2019 às 12:20

Emanuel vai processar direção da Santa Casa e anuncia transferência de pacientes

Pinheiro garante que irá acionar a direção do hospital na Justiça e chamou de irresponsabilidade a maneira como a direção do hospital anunciou a paralisação no atendimento

Fernanda Leite

Emanuel vai processar direção da Santa Casa e anuncia transferência de pacientes

Foto: Leiagora

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) garantiu que os pacientes do hospital Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá serão transferidos para os demais hospitais filantrópicos da Capital. A declaração foi feita durante coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (15). 

Pinheiro garante que irá acionar a direção do hospital na Justiça e chamou de irresponsabilidade a maneira como a direção do hospital anunciou a paralisação no atendimento. “Irresponsabilidade e maldade o que fizeram de não notificaram os pais e família em pelo menos 90 dias antes. Foi uma violência humana o que fizeram. Por incrível que pareça eles fizeram. Eu determinei a Procuradoria do Município a tomar medidas cabíveis na justiça aos prejuízos que deram a população.Vou notificar a Santa Casa e vou levá-lo a Justiça, contra este ato aos pacientes”, disse.


Dados mostrados pelo prefeito aponta que, atualmente, são 611 pacientes adultos fazendo tratamento oncológicos, 132 radioterapias, 479 quimioterapias adulto e 21 crianças tratamento oncológico.  

“Olhem a realidade, 426 são do interior. 70% do interior e 30% de Cuiabá. Vamos injetar R$ 10 milhões na Santa Casa. O Estado dá R$ 7 milhões e Cuiabá R$ 3 milhões. Eu não vou fechar as portas, mas quem está ‘segurando’ a saúde é Cuiabá”, apontou.

Todos os atuais e novos pacientes, irão ser encaminhados aos Hospitais de Câncer e Hospital Geral. “ Estão sendo transferido aos dois hospitais que irão atender esses pacientes. Bloqueamos na regulação, qualquer transferência à Santa Casa ”, garantiu.  

O prefeito garante que irá repassar o valor de R$ 3,5 milhões para a unidade de saúde, caso, o pagamento de 13º e salário dos funcionários sejam realizados de imediato. “Só há uma possibilidade de a prefeitura mandar recurso para a Santa Casa, se o recurso for para começar pagar folha dos servidores. Cuiabá não pode pagar por irresponsabilidade da má gestão. Vou propor isso.  Das outras vezes repassamos dinheiro e ela não pagou os  800 funionários. Vou no Ministério do Trabalho para que seja garantido o pagamento dos salários ”, disse.

Emanuel disse que irá se reunir com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, na  próxima quarta-feira (20) para pedir recursos da União. 

 

 



 
Preencha seu email abaixo para receber atualizações diárias de nossos artigos
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet