Cuiabá, sábado, 23/03/2019
08:38:02
informe o texto

Notícias / Política

15/03/2019 às 14:11

"Como será para fiscalizar, vão pedir para ver o celular dos motoristas?", questiona Abílio Júnior

vereador questiona lei relacionados aos aplicativos de transporte privado, a exemplo do Uber, 99 e outros

Iury Lupaudi

A polêmica com a aprovação da lei que regulamenta o serviço de motoristas de aplicativos em Cuiabá está longe de terminar.

O vereador Abílio Júnior questionou a prefeitura e a base do prefeito no legislativo de como será feita a fiscalização. "Vai criar uma blitz de Uber, e como vai saber se o motorista está em corrida de trabalho, os agentes vão ter o poder de pedir para ver o celular dos motoristas?", disse o vereador enfatizando estar preocupado também com possíveis casos de invasão de privacidade.

"Pensa numa ideia estúpida, pensa numa ideia estúpida", disparou Abílio.

Saiba mais: Vereadores de Cuiabá aprovam taxação do Uber, 99, Easy e outros

O projeto de lei prevê vistoria anual para veículos usados para o transporte por aplicativo, no valor de R$ 155,00 por ano, somados  o valor de imposto de cinco centavos por quilômetro rodado.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Preencha seu email abaixo para receber atualizações diárias de nossos artigos
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet