Cuiabá, segunda-feira, 03/08/2020
11:33:55
informe o texto

Notícias / Polícia

22/03/2019 às 08:33

Policiais criam corrente de solidariedade e ajudam família de Várzea Grande

A ideia se espalhou entre os amigos dos policiais que também adquiriram frutas, legumes e sapatos

Luzia Araújo

Policiais criam corrente de solidariedade e ajudam família de Várzea Grande

Policiais criam corrente de solidariedade e ajudam família de Várzea Grande

Foto: PM/MT

Tudo começou nas redes sociais e no aplicativo WhatsApp, quando o sargento PM André Marcondes e seu colega de trabalho, o soldado PM Mário Sérgio de Oliveira, do 4º Batalhão da Polícia Militar, em Várzea Grande, visualizaram pedidos de solidariedade à família do jardineiro Alex e o filho Pedro, de 11 anos, moradores do bairro Mapim. 

As postagens diziam que o pai, atualmente desempregado, e a criança passavam por necessidades e pediam doações, principalmente de alimentos e roupas. Os policiais ficaram sensibilizados e resolveram ir até a rua T,  no bairro, para conhecer a verdadeira realidade da família. Chegando lá, o sargento e soldado foram surpreendidos com o que viram. 

“A situação estava precária. A casa, que tem apenas duas peças, estava sem luz e cercada por matagal, quase entrando dentro da residência”, lembrou o sargento. Foi então, que os militares decidiram ajudar a família comprando alimentos, roupas e um ventilador para tentar minimizar o calor na pequena casa. 

A ideia se espalhou entre os amigos dos policiais, que também adquiriram frutas, legumes e sapatos. Criando assim, uma grande rede de solidariedade. Todas as doações conquistadas por eles foram entregues nessa segunda-feira (18), na casa da família, onde foram recebidos com alegria por Alex, Pedro e os vizinhos. 

“Não tínhamos ideia que seríamos recebidos dessa forma. Todos se reuniram na casa e nos aplaudiram.
Fomos abraçados e tiramos até fotos”, disse A. Marcondes. O que os militares não esperavam foi a repercussão do gesto. O sargento e o soldado participaram também de programas de televisão, o que colaborou para arrecadar mais produtos que foram entregues nessa quarta-feira (20). 

Além de roupas e alimentos doados pela população, uma geladeira e materiais para construção foram adquiridos pelos policiais para iniciar a construção do banheiro, que não tem na casa. 
“Foi muito gratificante e emocionante. Não esperávamos tudo isso. Tenho quase 18 anos de polícia e nunca tinha passado uma situação dessa magnitude. Foi muita emoção”, destacou o militar. 

Doações – Quem também quiser ajudar a família, a residência de Alex e Pedro está localizada na Rua T, quadra 31, número 03, no bairro Mapim, em Várzea Grande. A família não possui telefone fixo e nem celular para contato.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet