Cuiabá, terça-feira, 17/09/2019
08:57:06
informe o texto

Notícias / Mato Grosso

26/03/2019 às 09:41

Com 90% do corpo queimado, jovem espera por vaga no PS de Cuiabá

Jessica sofreu um grave acidente na BR- 163 na última sexta (22)

Maisa Martinelli

Com 90% do corpo queimado, jovem espera por vaga no PS de Cuiabá

Foto: Arquivo Pessoal

Familiares de Jessica da Silva Soares, 25 anos, criaram uma página no Facebook com o intuito de ajudar a moça, que precisa de tratamento especializado urgentemente, após ter 90% do seu corpo queimado em um acidente de carro na BR-163 na última sexta-feira (22).

Formada em Direito, Jessica mora em Sinop e estava indo a Cuiabá para prestar um concurso público, quando, por volta das 20h30, o veículo em que estava com o namorado e o irmão, colidiu com uma carreta parada.  Segundo a tia da garota, Poliana Teodora da Silva Lima, no momento da colisão, a pista estava interditada por conta de um outro acidente.

Na batida, o namorado, Rafael, morreu queimado, preso nas ferragens; e o irmão, de 14 anos, saiu ileso. Já Jéssica sofreu graves queimaduras - de segundo, terceiro e quarto graus – e foi encaminhada a um hospital de Nova Mutum (238 km de Cuiabá).

“As pernas dela estão muito comprometidas, e o braço também. Fala-se até em amputação, porque no hospital de Nova Mutum não tem recurso para tratar o quadro da Jéssica, além de não ter UTI”, explica Poliana.

De acordo com informações de Poliana, sua sobrinha vem reagindo bem, porém está em coma induzido e com respirador, para otimizar o tratamento, já que qualquer agitação da paciente poderia ser prejudicial.

Como ela necessita de tratamento especializado e a unidade do município não oferece esse recurso, médicos indicaram a transferência para o Pronto-Socorro de Cuiabá, onde possui o CTQ- Centro de Tratamento de Queimados.

Para isso, Shirley Cristiane da Silva, mãe da garota, entrou com um pedido no Ministério Público requerendo a transferência para a unidade hospitalar da capital, porém, até o momento, não houve nenhuma resposta.

Sem nenhuma manifestação sobre uma vaga no Pronto-Socorro, familiares decidiram criar uma página (Todos pela Jessica) nas redes sociais com o objetivo de chamar a atenção de autoridades políticas, para que, assim, tenham uma chance de conseguir a transferência de Jessica.
 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Izabel Donati Bracco 26/03/2019 às 00:00

    Poxa! Um caso grave e triste como este nem precisa de comentário!

Enquete

Você está satisfeito (a) com a gestão do governador Mauro Mendes?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet