Cuiabá, domingo, 21/04/2019
04:16:16
informe o texto

Notícias / Esporte

03/04/2019 às 07:35

Embalado, Fla pega o Peñarol em busca de topo isolado do Grupo D da Libertadores

Leiagora

Embalado, Fla pega o Peñarol em busca de topo isolado do Grupo D da Libertadores

Foto: oddsshark.com

Animado após a conquista da Taça Rio, domingo, diante do rival Vasco, o Flamengo enfrenta o Peñarol, às 21h30, no Maracanã, pela terceira rodada da Copa Libertadores, de olho na liderança do Grupo D da principal competição sul-americana.Se vencer, o Flamengo vai assumir o primeiro lugar isolado com nove pontos, ultrapassando a LDU (que também tem seis) e vai deixar o Peñarol com apenas três. O San José, da Bolívia, ainda não somou ponto.

O técnico Abel Braga retorna ao comando do time após passar mal durante o jogo com o Fluminense na semana passada. Ficou três dias internado, fez exames e foi liberado para trabalhar esta noite.

Se diante do Vasco jogaram o reservas, Abel escalou o que tem de melhor para encarar o Peñarol. A torcida entendeu o recado e adquiriu os quase 65 mil ingressos colocados à venda, garantindo o maior o público do ano no futebol brasileiro.

"Estarei no Maracanã quarta-feira à noite. Não gostaria de perder esta partida, depois de ajudar a construir este momento pelo qual passa a equipe. Três vitórias seguidas na Libertadores, acho que o Flamengo jamais conseguiu", afirmou Abel.

Apesar de entusiasmado, Abel não menospreza o adversário. "É uma equipe muito grande e forte na Libertadores. Nós sabemos, mas vamos tentar enfrentá-los de igual para igual e usando o que temos de melhor, que é nossa capacidade individual e coletiva."

Já o Peñarol terá o desfalque dos atacantes Gabriel Fernández e Fabián Estayanoff, ambos machucados. Seus substitutos serão Lucas Viatri e Luis Acevedo, que se destacaram na goleada por 4 a 0 diante do Boston River pelo Campeonato Uruguaio.

O técnico Diego López também não sabe se poderá contar com o meia Walter Gargano, que depende de autorização do departamento médico para jogar nesta quarta-feira. Apesar das dificuldades, o treinador afirma que não vai adotar uma retranca no Maracanã.

"Vamos enfrentar um bom rival, mas não vamos mudar nossa forma de jogar. Atuar com uma linha de cinco atrás, três volantes, um no meio e um na frente fica muito complicado. É preciso atacá-los", afirmou o treinador, que pretende escalar no setor de criação Gargano, ao lado de Guzmán Pereira e Cristian "Cebolla" Rodríguez.

 
Direto do Rio, Estadão Conteúdo

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet