Cuiabá, sábado, 20/07/2019
03:29:38
informe o texto

Notícias / Política MT

11/04/2019 às 09:56

Mendes avalia extinguir mais empresas públicas

Ele disse que possui já em mãos, uma autorização legal da Assembleia Legislativa que aprova essas extinções

Luana Valentim

Mendes avalia extinguir mais empresas públicas

Foto: Reprodução da internet

O governador Mauro Mendes (DEM) declarou nessa quarta-feira (10), que há possibilidade de mais empresas do Estado serem extintas, como forma de reequilibrar as contas.
 
Mendes apresentou, em janeiro, um pacote de medidas chamado de ‘Pacto por Mato Grosso’ para reduzir as despesas do Estado que tem hoje um déficit de R$ 3,9 bilhões entre dívidas e restos a pagar. Essas medidas consistiam em extinguir algumas empresas como o Ceasa, cortando contratos que considera desnecessários, exonerando de 3 mil comissionados e diminuindo aluguéis.
 
“Já assinamos um decreto que determina a extinção do Ceasa. A Agem já foi extinta. E as demais que estiverem dentro daquele prazo, onde as que tiverem viabilidade financeira ficam, as que não tem certamente será extinta”, informou.
 
Completou ainda que possui já em mãos, uma autorização legal da Assembleia Legislativa que aprova essas extinções. Afirmando que está determinado a tornar o Estado mais eficiente, em que custa menos e presta melhor serviço.
 
Mendes disse que possui um planejamento de curto, médio e longo prazo, mas prefere não antecipar as informações. No entanto, antecipou que há estratégias que estão sendo desdobradas em alguns planos do cenário jurídico do Estado e em tempo oportuno serão apresentadas, pois no momento estão passando por uma fase de refinamento e maturação.
 
“Estamos razoavelmente satisfeitos com a atitude do governo até o presente momento. Conseguimos aprovar, em janeiro, leis que mudam um pouco essa trajetória de auto crescimento da despesa muito acima do crescimento da receita”, disse.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Almyr 12/04/2019 às 00:00

    Esse governo veio para desmontar o Estado, ele quer emplementar no estado uma administração privada, esquecendo do social e dever do Estado, adm. Publica nao é para obter lucro e sim para levar o bem estar do cidadão. 70% dos servidores votou em MM, confiamos nas propostas dele, nos enganou. Sempre assim papo bonito muita enganação. Nós temos culpa nisso.

Enquete

Qual seu posicionamento em relação a Reforma da Previdência?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet