Cuiabá, terça-feira, 12/11/2019
20:03:21
informe o texto

Notícias / Leia Rápido

12/04/2019 às 15:57

Investigados em esquema que desviou R$ 14 mi da Saúde não irão abrir a boca

Leiagora

Investigados em esquema que desviou R$ 14 mi da  Saúde não irão abrir a boca

Foto: Reprodução internet

Advogados das empresas Sociedade Mato-Grossense de Assistência em Medicina Interna Ltda, nome fantasia ‘Proclin’ e a Qualycare negaram que os representantes das empresas estariam negociando junto ao Ministério Público Estadual (MPE)  um acordo de delação premiada.

Leia mais: Ex-secretário de Saúde é preso novamente em operação para desarticular esquema na saúde

Os advogados emitiram a nota após os 'rumores' que o ex-secretário de Saúde do município,  Huark Douglas Correia e Fábio Liberali Weissheime, além de  Luciano Correa Ribeiro, todos ligados às empresas estariam dispostos a 'abrir a boca'.

Eles foram presos no último dia 30 de março suspeitos de desviar por meio de licitações fraudulentas o valor de R$ 14.6 milhões da saúde pública. 

Leia também: Esquema na Saúde: TJ manda soltar quatro integrantes do “núcleo subalterno”

 Nota

A respeito das notícias divulgadas na imprensa sobre suposta negociação de colaboração premiada por parte dos médicos e outros funcionários das empresas Qualicare e Pró-Clin , a assessoria jurídica esclarece que inexiste qualquer tratativa nesse sentido.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet