Cuiabá, terça-feira, 20/08/2019
04:43:04
informe o texto

Notícias / Cidades

23/04/2019 às 15:20

'UPA rejeita atendimento a criança convulsionando', denuncia paciente

Segundo informações enviadas ao Leiagora, os profissionais não atenderam a criança por falta de documentos

Luana Valentim

Pacientes denunciaram nesta terça-feira (23), ao Leiagora, descaso na saúde pública de Cuiabá, com a demora no atendimento médico na UPA da Morada do Ouro. Um vídeo enviado por uma paciente mostra a unidade lotada.

No vídeo, uma paciente relata que há várias pessoas aguardando atendimento desde às 6h e que há apenas um médico pediatra na unidade. 

Outra denúncia foi feita por Willian Belter, que relatou que é a segunda vez que está no local buscando atendimento para a sua avó Judith de Oliveira, de 78 anos, que desde segunda-feira (22) não está se sentindo bem. A idosa, que é hipertensa e diabética, está há três dias sem conseguir se alimentar e sentindo muita fraqueza.

“Ontem nós fomos na UPA de Várzea Grande e a minha avó passou pela classificação de risco. Quando o médico a atendeu, mandou que ela procurasse um posto de saúde, mas já era 17h. Com isso, minha mãe, que estava junto, acabou se revoltando dizendo que não teria onde levá-la e que estava fraca, mas o médico, aos berros, disse que não estava fraca nada”, disse.

Em seguida, Willian contou que levou a sua avó à UPA da Morada do Ouro, porém, diante da grande demora para o atendimento, ele resolveu ir para casa, analisando que a dona Judith já não aguentava mais ficar tanto tempo ali sentada.

Ele retornou à unidade com dona Judith nesta terça, para novamente tentar o atendimento, já que ela ainda não se sente bem.

Na unidade, Marcia Jaques informou que chegou ao local às 9h com o seu filho, que está com vômito e dor no corpo há quatro dias, mas até o momento ainda não foi atendido.

Também foi informado que uma mãe chegou às pressas na unidade buscando atendimento para uma criança que estava convulsionando, mas os profissionais se recusaram a fazer o atendimento, pois a mãe não estava com a documentação da criança. Com isso, a mulher saiu às pressas com a criança em busca de atendimento.

Outra mãe relatou que está no local desde às 9h com a filha de sete anos que está com febre e dor no corpo, mas os profissionais da saúde disseram que só irão atendê-la se a febre aumentar.

Outro Lado

Em relação à denúncia de que a UPA Morada do Ouro teria rejeitado o atendimento a uma criança porque a mãe não estaria com os documentos dela, a Secretaria Municipal de Saúde informa:

-A Coordenação da UPA Morada do Ouro investigou o fato e constatou que nenhum servidor tem conhecimento desta ocorrência;

-As UPAs são unidades de urgência e emergência, portanto são obrigadas a atender os pacientes com estas classificações, mesmo se não estiverem portando documentos;

-No caso da falta de documentos, após o atendimento as assistentes sociais se encarregam do trabalho de identificação do paciente;

-Sobre a demora do atendimento de crianças nesta terça-feira (23), a coordenação da UPA informou que duas pediatras estão atendendo e que até o momento (17:30) cada médica já havia atendido 28 crianças, sendo que ainda há no local 7 crianças com a classificação amarela e 32 com a classificação verde;

Sobre a paciente Judith de Oliveira  Nogueira, de 78 anos m, a coordenação da UPA informa:

-Ela chegou às 14h02, sua ficha foi feita às 14h14. Ela foi classificada e atendida pela Dra. Fabiana às 15h55 e medicada às 16h09.

- Foi solicitado um exame de raio-x  às 16h02 e neste momento  o médico está aguardando  o resultado do exame. A paciente e se encontra no soro tomando medicações.

Vídeo Relacionado

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet