Cuiabá, quinta-feira, 19/09/2019
21:19:20
informe o texto

Notícias / Política

30/04/2019 às 14:59

Barranco: 'prefeito e governador precisam parar de brigar e achar solução para Santa Casa'

O deputado destacou ao Leiagora, que vem acompanhando pela mídia que Pinheiro e Mendes estão jogando essa problemática um para o outro

Luana Valentim

O deputado estadual, Valdir Barranco (PT), avaliou nesta terça-feira (30), que o governador Mauro Mendes (DEM) e o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) precisam deixar os problemas pessoais de lado e se unirem para resolver o problema da Santa Casa de Misericórdia que está de portas fechadas desde o dia 11 de março.

Barranco destacou ao Leiagora, que vem acompanhando pela mídia que Pinheiro e Mendes estão jogando essa problemática um para o outro e nenhuma solução é encontrada.

“Eles estiveram juntos no mesmo palanque, se tem diferenças pessoais entre o Mauro e o Emanuel (pessoa física), tem que deixar de lado para que o governador e o prefeito sentem e resolvam isso de uma vez por todas. Isso está acima das diferenças pessoais deles, por estar envolvendo os interesses da população”, disse.

O petista relatou que, por diversas vezes, foram repassados recursos para o hospital, no entanto, os administradores que passaram por lá não souberam aplicar os valores, dando indícios de que estaria havendo desvios de verbas o que, segundo ele, já está sendo investigado pelo Ministério Público.

Barranco informou que foi autor de uma denúncia no MP para que se investigue os dirigentes da Santa Casa que estariam altas horas da noite, retirando documentos e equipamentos da unidade, acreditando que seja para esconder provas.

O parlamentar destacou que não é mais possível continuar com essa direção que tem demonstrado atos de corrupção. Analisando que é preciso, administrativamente ou juridicamente, afasta-los, até porque o próprio Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que não repassará dinheiro a eles.

“É uma casa histórica, absolutamente importante para a sociedade, principalmente para as mais pobres. Da nossa parte vamos cobrar. Vou acompanhar essa denúncia que fiz junto ao Ministério Público para que eles possam tomar providências. Vamos cobrar do governador e os vereadores têm que cobrar do prefeito”, disparou.

A Assembleia Legislativa já tem declarado que irá repassar R$ 3,5 milhões para a Santa Casa, mas de acordo com a presidente da Casa, Janaína Riva (MDB), isso ainda não ocorreu por causa do diretor da unidade, Dr. Luiz Felipe Saboia, que não aceitou que a Prefeitura faça uma intervenção.

“O Estado e a Assembleia não irão repassar, porque todo dinheiro que é repassado para eles some. O Estado emprestou R$ 3 milhões e eles ainda não devolveram. No ano passado, Taques mandou uma mensagem e aprovamos como doação. A prefeitura também emprestou e eles não pagam”, pontuou.

O deputado avaliou que é preciso eleger uma nova direção para a Santa Casa que seja honesta e antenada com a evolução das gestões atuais, para que possam fazer os investimentos necessários para recuperar a unidade que não pode continuar fechada.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Você está satisfeito (a) com a gestão do governador Mauro Mendes?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet