Cuiabá, terça-feira, 20/08/2019
03:22:07
informe o texto

Notícias / Cidades

04/05/2019 às 09:25

Secretária de Saúde alerta para importância do “Dia D” da vacinação neste sábado

Em Mato Grosso, a meta é vacinar 90% dos integrantes dos grupos prioritários, sendo previsto um total de 859.343 pessoas

Leiagora

Secretária de Saúde alerta para importância do “Dia D” da vacinação neste sábado

Foto: Secom

Neste sábado (04), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) alerta para o “Dia D” da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Segundo o Ministério da Saúde, os grupos prioritários para a vacinação são trabalhadores em saúde, crianças, gestantes, puérperas, indígenas, idosos, professores e pessoas com comorbidades (doenças crônicas).

Em Mato Grosso, a meta é vacinar 90% dos integrantes desses grupos, sendo previsto um total de 859.343 pessoas. Até o momento, já foram vacinados 166.525 cidadãos. 

De acordo com a Vigilância Epidemiológica do Estado, muitos municípios ainda não lançaram o quantitativo de doses aplicadas no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (SIPNI). Portanto, os dados registrados até o momento são parciais e podem não corresponder ao quantitativo de doses efetivamente aplicadas.

No entanto, em planilha com os dados desta sexta-feira (03), muitos municípios já apresentam 65% de cobertura vacinal, como é o caso de Tapurah. O município de Tesouro informa 51% de cobertura vacinal, Ipiranga do Norte 48,51%, Itiquira 46,88% e Campo Verde 46,72%.

Dos grupos prioritários, os que apresentam baixa cobertura são: os indígenas, idosos e professores. De acordo com registro no SIPNI, o grupo de crianças apresenta 11,99% de cobertura vacinal; o de trabalhadores em saúde está com 48,33%; o grupo de gestantes registra 34,9% e, em mulheres puérperas, o registro vacinal é de 42,86%.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica da SES-MT, Alessandra Moraes, alerta a população a procurar os postos de vacinação mais próximos e tomar a vacina. “Os grupos de riscos devem ser vacinados contra influenza para a prevenção da doença e suas consequências”, destaca.

De acordo com o informe epidemiológico divulgado pela Vigilância Epidemiológica do Estado no dia 2 de maio, foram registradas 58 hospitalizações por casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Entre as amostras processadas, foram confirmados três casos positivos para Influenza tipo A, com um (1) óbito no município de Água Boa; 26 casos foram descartados e 29 suspeitas estão sob investigações.
Direto da assessoria, Rose Velasco

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet