Cuiabá, sábado, 19/10/2019
06:17:54
informe o texto

Notícias / Política

04/05/2019 às 11:49

Huark e médicos 'ganham' liberdade, mas terão que cumprir cautelares

Os reús terão que cumprir medidas cautelares e usarem tornozeleira eletrônica, conforme a decisão da juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá

Luana Valentim

Huark e médicos 'ganham' liberdade, mas terão que cumprir cautelares

Foto: Reprodução da Internet

O ex-secretário Municipal de Saúde, Huark Douglas Correia, e os médicos Luciano Correia e Fábio Liberali tiveram a prisão revertida em medidas cautelares na tarde dessa sexta-feira (03). Eles serão monitorados por equipamento eletrônico.

A decisão da juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Ana Cristina Silva Mendes, foi após Huark confessar o pagamento de propina a agentes públicos para fraudar as licitações na área da saúde, resultando na deflagração da Operação Sangria. O processo está em segredo de Justiça.

Huark e os médicos terão que comparecer mensalmente em juízo para comprovarem suas atividades de trabalho e endereços, estarem em suas casas entre 19h e 6h de segunda-feira a sabado – domingos e feriados 24h –, não mudarem de endereço sem prévia comunicação ao juízo.

Estão também proibidos de manterem contato com as testemunhas arroladas pelo Ministério Público, de frequentarem órgãos públicos e unidades de saúde. Deverão comparecer em juízo sempre que forem solicitados sob pena de voltarem para a cadeia e terão que entregar seus passaportes em 24h após o cumprimento da decisão, como forma de evitar que eles fujam do país.

No dia 30 de março, Huark e mais cinco foram presos novamente após o desembargador do Tribunal de Justiça, Alberto Ferreira de Souza ter revogado as medidas cautelares impostas a eles.

Saiba Mais:Ex-secretário de Saúde é preso novamente em operação para desarticular esquema na saúde
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Como você acha que está a violência em Mato Grosso neste ano?

Você deve selecionar uma opção
Enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet